Fortaleza, Quinta-feira, 04 Março 2021

Pesquisar

Alcance ENEM

Combate COVID-19

Processo Virtual

Processo Virtual - VDOC

Legislação

Projetos / Cursos

Publicações

Eventos e Destaques

Disque Assembleia

Login

Para internautas sociedade e governo devem apoiar vacinação contra Covid-19 - QR Code Friendly
         Comunicação AL TV Assembleia FM Assembleia Banco de Imagens Previsão do Tempo Contatos
Terça, 26 Janeiro 2021 12:26

Para internautas sociedade e governo devem apoiar vacinação contra Covid-19

Avalie este item
(0 votos)
Com pouco mais de uma semana desde o início da vacinação  contra o Covid-19 no Ceará, muitas pessoas ainda estão relutantes em adquirir a imunidade contra a doença, principalmente devido às informações confusas que correm pela internet. Assim, a enquete que o site da Assembleia Legislativa promove semanalmente quis saber do internauta, entre os dias 19 e 26 de janeiro, o que poderia ser feito para apoiar a iniciativa. A maioria, 61,5%, entende que deve haver um trabalho conjunto, entre governos e sociedade, no sentido de informar o cidadão corretamente e divulgar a vacina.
 
Um total de 23,1% votou em favor da realização de campanhas educativas por parte dos governos municipal, estadual e federal, ressaltando a importância da imunização, enquanto 15,4% entendeu que o “boca a boca” e a troca de informações entre amigos e parentes pode combater as notícias falsas relacionadas ao tema que correm nas redes sociais.
 
O deputado Tony Brito (Pros) concorda com a maioria e reforça que a vacinação é um grande momento, para o Brasil e para o mundo. Para ele, além de campanhas e combate às informações falsas, os parlamentares também podem colaborar no sentido de promover e facilitar o acesso à vacina. 
 
Ele lembra que, ainda em 2020, apresentou projeto de lei propondo que os idosos sejam vacinados em casa. “Foi a forma que achei de incentivar as pessoas a aderirem a esse procedimento que salva vidas, pois aumenta a prioridade e a adesão entre os idosos e os torna menos suscetíveis aos riscos”, disse.
 
Já o deputado Renato Roseno (Psol) concorda que é um momento há muito esperado e que estratégias devem ser realizadas para que a vacinação ganhe a adesão de mais pessoas, mas não deixa de tecer críticas quanto à forma como esse processo se desenvolveu.
 
O parlamentar considera que a situação hoje seria muito menos dramática em relação à pandemia se não fosse a negligência do Governo Federal. Ele lembra que em maio de 2020, o Governo Federal se recusou a participar do plano completo do Consórcio Covax, o que nos garantiria 200 milhões de doses da vacina, assim como recusou a oferta da Pfizer de 70 milhões de doses em agosto do ano passado, além de cancelar a compra de 46 milhões da Coronavac em outubro. Além disso, não se preparou para adquirir os insumos. “Em resumo, o presidente Jair Bolsonaro agiu deliberadamente para arquitetar o caos”, disse.
 
Ainda de acordo com Roseno, o Brasil poderia ter milhões de pessoas já vacinadas, e poderia, ainda, estar exportando vacinas, “mas preferiu alinhar-se com a posição dos países ricos e dos grandes conglomerados farmacêuticos contra a proposta da Índia na OMC para licenciamento voluntário das vacinas”. “Portanto, não foi só "negacionismo científico" do ponto de vista ideológico, com propagação de fake news e disseminação de ideias antivacina. Bolsonaro atuou decididamente para negar aos brasileiros o acesso à vacina”, argumenta. 
 
O sociólogo Eduardo Neto Moreira também concorda com os internautas. Ele lembra que o Brasil tem histórica expertise em campanhas nacionais de vacinação, graças ao Sistema Único de Saúde (SUS). "Essa confiança, aliada a uma corajosa campanha de comunicação é o caminho para sensibilizar, especialmente os negacionistas ou aquelas pessoas temerosas a se vacinar", considera. 
 
O engajamento da sociedade, ainda conforme Eduardo Neto, é fundamental para combater as falsas notícias e ajudar no convencimento dos cidadãos. "A vacinação ainda é única e mais eficaz forma de combater essas grandes doenças, e precisamos alertar as pessoas quanto a isso", disse. 
 
PE/CG
 

Informações adicionais

  • Fonte: Agência de Notícias da Assembleia Legislativa
  • E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
  • Twitter: @Assembleia_CE
Lido 249 vezes Última modificação em Quinta, 28 Janeiro 2021 15:22

Protocolo Digital

PROCON ALECE

Portal do Servidor

Eventos

Enquete

Numa pandemia, quem promove aglomerações - contrariando decretos e normas sanitárias - deve ser punido?


 

  30ª Legislatura - Assembleia Legislativa do Ceará                                                                         Siga-nos:

  Av. Desembargador Moreira, 2807 - Bairro: Dionísio Torres - CEP: 60.170-900 

  Fone: (85) 3277.2500