Imprimir esta página
Terça, 10 Junho 2014 11:09

Fernando Hugo critica decreto que cria sistema de participação social

Avalie este item
(0 votos)
Dep. Fernando Hugo (SD) Dep. Fernando Hugo (SD) Foto: Máximo Moura
O deputado Fernando Hugo (SD) criticou, durante o primeiro expediente da sessão plenária da Assembleia Legislativa desta terça-feira (10/06), o decreto presidencial nº 8.243, que cria o Sistema Nacional de Participação Social. De acordo com o parlamentar, a medida é o prelúdio da instalação de um sistema comunista. “O Brasil, um país que lutou anos para conquistar sua democracia, não pode aceitar essa medida tão passivamente”, defendeu.

De acordo com Fernando Hugo, o sistema será formado por conselhos que contarão com a grande participação dos movimentos sociais, “quase todos comandados ou conectados ao Partido dos Trabalhadores. Não haverá nem a necessidade de matérias virem para cá, pois o decreto dá atribuições para os conselhos resolverem tudo da forma que acharem melhor”, explicou.

Para Fernando Hugo, “esse é o ato mais sério da democracia no Brasil”. “Esse decreto implica na implantação de uma ditadura, tal qual foi feito décadas antes em Portugal, na Espanha, na Itália, na Rússia, em Cuba e, mais recentemente, na Venezuela”, disse, lamentando não haver nenhum tipo de repercussão em plenário sobre o caso.

Em aparte, o deputado Thiago Campelo (SDD) reforçou o discurso de Fernando Hugo, frisando que o decreto “possui particularidades que devem ser apreciadas como projetos de lei por todas as casas legislativas”.
PE/AT

Informações adicionais

  • Fonte: Agência de Notícias da Assembleia Legislativa
  • E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
  • Twitter: @Assembleia_CE
Lido 910 vezes Última modificação em Terça, 10 Junho 2014 14:10

Mais recentes de Fotografia

Itens relacionados (por tag)

Mídia