Fortaleza, Domingo, 25 Outubro 2020

Pesquisar

Alcance ENEM

Combate COVID-19

Processo Virtual

Processo Virtual - VDOC

Legislação

Projetos / Cursos

Publicações

Eventos e Destaques

Disque Assembleia

Login

Júlio César Filho comenta lançamento do Ceará Veloz - QR Code Friendly
         Comunicação AL TV Assembleia FM Assembleia Banco de Imagens Previsão do Tempo Contatos
Terça, 26 Novembro 2019 13:17

Júlio César Filho comenta lançamento do Ceará Veloz

Avalie este item
(0 votos)
Dep. Julio Cesar Filho ( CIDADANIA ) Dep. Julio Cesar Filho ( CIDADANIA ) foto: Junior Pio
O deputado Júlio César Filho (Cidadania) comentou, durante o primeiro expediente da sessão plenária da Assembleia Legislativa desta terça-feira (26/11), sobre o programa Ceará Veloz, lançado segunda-feira (25/11) pelo governador Camilo Santana, no Palácio da Abolição. Segundo o parlamentar, a plataforma irá alavancar o crescimento econômico e reduzir as desigualdades sociais.

Júlio César Filho explicou que, dentro do programa, há estratégias que objetivam o crescimento econômico e a redução das desigualdades e, entres as estratégias, está o incentivo, por parte do Governo do Ceará, em 11 áreas em que o Estado pode se desenvolver economicamente: cadeia produtiva de saúde, energias renováveis, rede de segurança hídrica, polo de inovação em tecnologia da informação, têxtil e calçados, agronegócio, logística, Hub's (aéreo, portuário e tecnológico), economia do mar, turismo e, por fim, economia criativa. “A ideia é mostrar o que o Estado tem a oferecer de forma a atrair mais investimentos”, disse.

O deputado explicou ainda que um dos objetivos do Ceará Veloz é, até o final do mandato de Camilo Santana, alavancar a fatia cearense no Produto Interno Bruto (PIB) nacional, de 2,25% para 4%. “Isso demonstrará um desenvolvimento sensível para o nosso Estado, cujo PIB, há vários anos, cresce mais que o nacional”, apontou.

Júlio César Filho também respondeu críticas ao Governo do Estado feitas pelo deputado Heitor Férrer (SD). Ele ponderou que o Ceará nunca foi um estado rico e que o governador nunca afirmou isso. Segundo ele, “saber que o Ceará é um estado pobre e desigual é que motiva o trabalho de Camilo Santana em captar recursos para aplicação em políticas sociais”.

O parlamentar citou como exemplo as políticas que tornaram a educação do Ceará referência nacional. “São políticas que foram iniciadas lá atrás, no Governo Cid Gomes, e que vêm sendo continuadas, com sucesso, por Camilo Santana, e é isso que os bons gestores devem fazer: dar continuidade àquilo que vem dando certo, aperfeiçoando, e não acabando o que os gestores anteriores fizeram e começando tudo do zero”, criticou.

Em aparte, o deputado Carlos Felipe (PCdoB) elogiou o desenvolvimento do Ceará em educação e frisou que o crescimento da fatia cearense no PIB nacional para 2,25% foi “marcante”. “Mas há desafios, obviamente: saúde, geração de emprego e renda e a desigualdade, que voltou a crescer. É um fenômeno  nacional, mas ações que visam à redução das desigualdades devem ser estimuladas”, disse.

O deputado Edilardo Eufrásio (MDB) também elogiou o Ceará Veloz e ressaltou a importância da iniciativa. “Camilo Santana está sendo muito audacioso ao reunir toda a classe empresarial em prol do desenvolvimento da economia”, salientou.

PE/AT   
 

Informações adicionais

  • Fonte: Agência de Notícias da Assembleia Legislativa
  • E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
  • Twitter: @Assembleia_CE
Lido 613 vezes Última modificação em Terça, 26 Novembro 2019 15:14

Protocolo Digital

PROCON ALECE

Portal do Servidor

Eventos

Enquete

O presidente sancionou mudanças no Código de Trânsito Brasileiro que abrandam algumas penas e tornam outras mais duras, como o homicídio ocasionado por motorista embriagado. Você conhece as novas regras?


 

  30ª Legislatura - Assembleia Legislativa do Ceará                                                                         Siga-nos:

  Av. Desembargador Moreira, 2807 - Bairro: Dionísio Torres - CEP: 60.170-900 

  Fone: (85) 3277.2500