Fortaleza, Sexta-feira, 17 Janeiro 2020

Pesquisar

Processo Virtual

Processo Virtual - VDOC

Legislação

Projetos / Cursos

Publicações

Eventos e Destaques

Disque Assembleia

Login

Carlos Felipe critica adequação da Previdência estadual - QR Code Friendly
         Comunicação AL TV Assembleia FM Assembleia Banco de Imagens Previsão do Tempo Contatos
Terça, 17 Dezembro 2019 11:26

Carlos Felipe critica adequação da Previdência estadual

Avalie este item
(0 votos)
Deputado Carlos Felipe Deputado Carlos Felipe Foto: Edson Júnior Pio
O deputado Carlos Felipe (PcdoB) anunciou, no primeiro expediente da sessão plenária da Assembleia Legislativa desta terça-feira (17/12), que votará contra o projeto de lei complementar que trata da adequação da Previdência Estadual.

O parlamentar salientou que sempre defendeu o Governo do Estado na Assembleia Legislativa por acreditar na gestão e ver grandes avanços promovidos, mas que no caso da Previdência, votar a favor do projeto n° 29/19 d seria ir contra sua consciência e o que prega seu partido. “Não posso votar a favor, pois em nível Federal, toda a minha bancada votou contra. Estive nas ruas, levantei bandeiras e compreendi que a reforma federal, que é outra, era muito ruim. As emendas ainda melhoraram muito a proposta, mas, ainda assim, foi péssima para o trabalhador”, justificou.

Carlos Felipe questionou se não haveria outra solução para o Estado, uma vez que não existe déficit atuarial. Ele ressaltou ainda a necessidade de análise mais profunda dos números antes de se aprovar a proposta. “Não existe deficit, existe rombo. Desviaram a finalidade. E a culpa não é do servidor. Precisamos ver os dados com profundidade e fazer as alterações necessárias, como fizeram os estados de Pernambuco e Maranhão. E o servidor terá que entender que a reforma é necessária, mas que ele não é o culpado”, salientou.

De acordo com o deputado, o Estado possui 62 mil servidores e em torno de 62 mil aposentados, totalizando cerca de 125 mil pessoas afetadas diretamente. Indiretamente toda a população depende do serviço público, portanto, se faz necessária a presença dos servidores durante a apreciação da matéria. “Esse momento marcará a história do Ceará e, em breve, seremos confrontados pela população. Peço ao presidente que permita a entrada dos trabalhadores, pois eles têm direito de estar nesta Casa e se manifestarem. Temos que ter segurança para darmos nosso voto, mas esta Casa é do povo. Que os servidores estejam aqui amanhã, pois será um dia muito importante."

Em aparte, o deputado Vitor Valim (Pros) afirmou que não é justo de fazer uma adequação, tirando de quem já não tem. “Ontem observamos na audiência que não tem déficit atuarial. Apresentarei requerimento no plenário para retirar a urgência dessa reforma, pois o assunto tem que ser melhor discutido. O povo merece nosso respeito”, opinou.

Já o deputado Audic Mota (PSB) parabenizou o colega deputado pelo posicionamento e ressaltou a delicadeza do momento. “Não fazer a reforma é um problema. Fazer é outro. E tudo merece muita discussão. O senhor está sendo coerente”, elogiou.
LA/AT
 

Informações adicionais

  • Fonte: Agência de Notícias da Assembleia Legislativa
  • E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
  • Twitter: @Assembleia_CE
Lido 584 vezes

Plano de Cargos

PROCON ALECE

Portal do Servidor

Eventos

Enquete

O que deve ser prioridade em 2020?


 

  30ª Legislatura - Assembleia Legislativa do Ceará                                                                         Siga-nos:

  Av. Desembargador Moreira, 2807 - Bairro: Dionísio Torres - CEP: 60.170-900 

  Fone: (85) 3277.2500