Fortaleza, Segunda-feira, 30 Março 2020

Pesquisar

Alcance ENEM

Processo Virtual

Processo Virtual - VDOC

Legislação

Projetos / Cursos

Publicações

Eventos e Destaques

Disque Assembleia

Login

Salmito critica o descumprimento de acordo por parte de associações de PMs - QR Code Friendly
         Comunicação AL TV Assembleia FM Assembleia Banco de Imagens Previsão do Tempo Contatos
Quarta, 19 Fevereiro 2020 12:36

Salmito critica o descumprimento de acordo por parte de associações de PMs

Avalie este item
(1 Voto)
Deputado Salmito Deputado Salmito Foto: Edson Júnior Pio
O deputado Salmito (PDT) criticou, durante o primeiro expediente da sessão plenária da Assembleia Legislativa desta quarta-feira (19/02), as associações representativas dos agentes militares de segurança pública, por não estarem cumprindo o acordo firmado após reuniões com o Poder Executivo e parlamentares, realizadas na AL e no Palácio da Abolição, nas últimas semanas.

Salmito destacou que os poderes Legislativo, Executivo e Judiciário têm o objetivo primordial de preservar a vida das pessoas, bem como os agentes de segurança, e atos como greves e paralisações ferem a lei Militar e a Constituição.
“Todos sabem que é legítimo alguém querer melhorar sua remuneração. Mas é necessário destacar que policiais militares não podem fazer greve, e isso está na Constituição, pois são eles os responsáveis pela segurança da população. Fazer isso é colocar todos em risco. A sociedade tem que ter ciência que o governador Camilo sentou com os representantes dos servidores, ajustou a proposta, fechou o acordo, todos comemoraram nas redes sociais e agora voltam atrás”, lamentou.
 O parlamentar alertou que atos como os relatados na noite de terça-feira (18/02), de manifestações de policiais em batalhões e ataques a viaturas, são atitudes criminalizadas pelo código penal dos militares e pela Constituição e que agentes que participarem das ações deverão ser paralisados. “Deixar a população em meio ao caos não é papel do policial militar. Peço aqui diretamente à tropa que não recorra a esse tipo de movimento, pois é vosso o papel de proteger a sociedade”, observou.
O deputado João Jaime (DEM), em aparte, lembrou que a negociação foi realizada com os representantes da categoria que saíram do encontro satisfeitos e comemorando os termos acertados. “A Polícia Militar tem uma responsabilidade grande. Eles trabalham pelo bem estar da sociedade. Fazer qualquer tipo de paralisação é prejudicial e deve ser penalizada. Peço que os PMs não façam isso.”
O deputado Júlio Cesar Filho (Cidadania) ponderou que o Ceará está propondo um reajuste que nenhum outro está fazendo e que é necessário manter a responsabilidade fiscal do Estado. O parlamentar afirmou também que interesses políticos estão ligados a esses movimentos. “Há lideranças adormecidas que estão aproveitando esse momento para tentar aparecer nesse ano de eleições municipais. A população precisa ficar atenta a isso”, atentou.
O deputado Audic Mota (PSB) corroborou com Salmito e sugeriu que os dirigentes de associações que representam os militares façam uma renúncia de cargo de forma coletiva, pois “perderam a credibilidade”.
GS/AT

Informações adicionais

  • Fonte: Agência de Notícias da Assembleia Legislativa
  • E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
  • Twitter: @Assembleia_CE
Lido 142 vezes

PROCON ALECE

Portal do Servidor

Eventos

Enquete

Você já está adotando as medidas preventivas pra evitar a propagação do vírus Covid-19(Coronavírus)?

Sim, tenho usado álcool gel e lavado as mãos com água e sabão evitado ambientes fechados e aglomerados - 90%
Não, acho que tem muito alarmismo, prefiro aguardar - 10%
A votação para esta enquete foi encerrada em: %23 %b %2020 - %10:%Mar


 

  30ª Legislatura - Assembleia Legislativa do Ceará                                                                         Siga-nos:

  Av. Desembargador Moreira, 2807 - Bairro: Dionísio Torres - CEP: 60.170-900 

  Fone: (85) 3277.2500