Fortaleza, Sábado, 26 Setembro 2020

Pesquisar

Alcance ENEM

Combate COVID-19

Processo Virtual

Processo Virtual - VDOC

Legislação

Projetos / Cursos

Publicações

Eventos e Destaques

Disque Assembleia

Login

Soldado Noelio avalia a situação causada pela paralisação de policiais - QR Code Friendly
         Comunicação AL TV Assembleia FM Assembleia Banco de Imagens Previsão do Tempo Contatos
Terça, 03 Março 2020 16:13

Soldado Noelio avalia a situação causada pela paralisação de policiais

Avalie este item
(0 votos)
Soldado Noelio avalia a situação causada pela paralisação de policiais foto : Dário Gabriel
Em seu pronunciamento pelo tempo de liderança da sessão plenária desta terça-feira (03/03), o deputado Soldado Noelio (Pros) comentou sobre o fim do motim de policiais militares no Ceará.

O parlamentar ressaltou que a paralisação afetou toda a população do estado do Ceará. Segundo ele, os policiais compõem a sociedade e também eram vítimas da violência que estava afetando o Estado naquele momento, assim como suas famílias.

Para Soldado Noelio, não adianta falar apenas dos efeitos dessa paralisação, é preciso avaliar as causas que levaram a essa crise, como também olhar as causas da paralisação que aconteceu entre 2011 e 2012 e situações semelhantes que ocorreram em outros estados.

O deputado argumenta que o Estado brasileiro diz que a polícia é uma categoria essencial e, por isso, é proibida de fazer greve, “mas esse mesmo Estado brasileiro não cuida desses profissionais, nem trata com dignidade. É o mesmo Estado que descumpre a lei que deveria regulamentar a carga horária desses trabalhadores”, afirmou.

Segundo o parlamentar, o Ceará não remunera de forma adequada as horas extras dos policiais há 12 anos e, por isso, estaria descumprindo a lei. Em consequência, muitos policiais estão fazendo horas extras sem serem remunerados. “Quando isso vai ser resolvido? São 12 anos de ilegalidade por parte do Governo”, cobrou o deputado. Soldado Noelio enfatizou que a melhor forma de evitar a paralisação dos policiais é valorizar o profissional.

O parlamentar explicou que o acordo fechado para finalizar a paralisação incluiu pautas que eram reivindicações desde a greve de 2011. “Essa comissão que será instalada para analisar as pautas dos policiais tem um papel importantíssimo para tornar realidade os direitos do trabalhador brasileiro, que são negados a uma categoria que é considerada essencial”, avaliou.

Ele ressaltou algumas questões que estão sendo consideradas fundamentais para os policiais. Segundo o deputado, o auxílio alimentação dos policiais tem o menor valor entre os servidores estaduais, e os profissionais pedem equiparação.

O parlamentar também destacou que é preciso pensar um plano habitacional, para evitar que eles e suas famílias sofram violência por morarem em locais dominados por criminosos. “Temos policiais que foram expulsos de suas casas por terem escolhido ser policiais. Eles saem para defender a população e deixam suas famílias vulneráveis”, frisou.

Soldado Noelio também criticou o que ele chamou de "uso politiqueiro" desse movimento. “É hora de o Estado cearense tratar o policial com dignidade e garantir direitos”, reforçou.

JM/LF

Informações adicionais

  • Fonte: Agência de Notícias da Assembleia Legislativa
  • E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
  • Twitter: @Assembleia_CE
Lido 272 vezes Última modificação em Terça, 03 Março 2020 16:45

Protocolo Digital

PROCON ALECE

Portal do Servidor

Eventos

Enquete

As mudanças de hábito promovidas pela pandemia da Covid-19 serão incorporadas pela sociedade?


 

  30ª Legislatura - Assembleia Legislativa do Ceará                                                                         Siga-nos:

  Av. Desembargador Moreira, 2807 - Bairro: Dionísio Torres - CEP: 60.170-900 

  Fone: (85) 3277.2500