Fortaleza, Quinta-feira, 22 Outubro 2020

Pesquisar

Alcance ENEM

Combate COVID-19

Processo Virtual

Processo Virtual - VDOC

Legislação

Projetos / Cursos

Publicações

Eventos e Destaques

Disque Assembleia

Login

Cordelista Paola Torres é a entrevistada do Cabeceira desta terça-feira - QR Code Friendly
         Comunicação AL TV Assembleia FM Assembleia Banco de Imagens Previsão do Tempo Contatos
Segunda, 14 Setembro 2020 16:42

Cordelista Paola Torres é a entrevistada do Cabeceira desta terça-feira

Avalie este item
(0 votos)
O programa Cabeceira, da TV Assembleia (canal 31.1), recebe, nesta terça-feira (15/09), a médica onco-hematologista, cordelista e autora do livro “Andei por aí - Narrativas de uma médica em busca da medicina" (2ª edição), Paola Torres.

A convidada vai dar detalhes sobre a obra e a sua posse na Academia Brasileira de Literatura de Cordel (ABLC). Ela fala ainda sobre a Cordelteca Maria das Neves Baptista Pimentel, da Universidade de Fortaleza (Unifor), e os seus projetos e realizações no cordel.

O livro “Andei por aí - Narrativas de uma médica em busca da medicina”, produzido em grande parte sob a égide do cordel, narra as histórias dos pacientes da escritora, que são portadores de um câncer hematológico, o linfoma. Cada enredo é interligado à trajetória da cordelista, como sertaneja e imigrante.

A publicação tem origem na sua tese de pós-doutorado da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), realizada em 2016. Com o incentivo do seu orientador, o estudo resultou no livro autoetnográfico.

Paola conta que ficou conhecida e recebeu apoio do médico Dráuzio Varella através da publicação. “O livro acabou indo parar nas mãos do doutor Dráuzio Varella, que, além de me convidar para fazer uma websérie, intitulada 'Sertão de Dentro', prefaciou a segunda edição da obra. A partir daí, minha produção cresceu bastante e tenho andado o País inteiro levando o seguinte lema: ‘Medicina, Cordel e Cantoria é remédio que veio pra curar'”.

Ela fala ainda sobre a sua posse na cadeira de número 38 da ABLC, no dia 18 de julho deste ano, por meio de transmissão virtual, na sede da Academia no Rio de Janeiro. Paola passou a ocupar a cadeira que era do músico e cordelista Moraes Moreira, falecido em abril deste ano.

Outra iniciativa da escritora é a Cordelteca Maria das Neves Baptista Pimentel, da Unifor, que foi inaugurada em 2019. O local, que tem o nome da primeira mulher a publicar um cordel, conta com um acervo significativo e tem inspirado parcerias dos diversos centros de ensino da universidade com a biblioteca, por meio de pesquisas, visitas e eventos.

Paola também menciona alguns dos seus projetos a serem traçados. A prosa será um dos seus projetos a serem desenvolvidos. A cartilha em cordel é sobre leucemia mieloide aguda, estendendo o raio de alcance da poesia a serviço de tornar a medicina e os mecanismos de adoecimento e cura mais inteligíveis a todos.

Também participa de um projeto com o ilustrador Jô Oliveira, um livro em que registra todas as tradições folclóricas do Estado de origem dela, Pernambuco, e também da região do Cariri cearense.

Natural do estado de Pernambuco, Paola Torres iniciou sua trajetória de escritora quando compôs seus versos ainda criança. À época, utilizava os folhetos de sua autoria nas aulas ministradas na Universidade Federal do Ceará (UFC) e na Unifor, nas quais leciona nos cursos de Medicina.

Com produção e apresentação da jornalista Rosanni Guerra, o programa Cabeceira vai ao ar às terças-feiras, às 19h20. A coordenação é de Clara Pinho, edição de Samuel Frota e imagens de Messias Gomes.

WT/CG

 

 

 

 









 

 

   
   

 

Informações adicionais

  • Fonte: Agência de Notícias da Assembleia Legislativa
  • E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
  • Twitter: @Assembleia_CE
Lido 169 vezes Última modificação em Segunda, 14 Setembro 2020 19:32

Protocolo Digital

PROCON ALECE

Portal do Servidor

Eventos

Enquete

O presidente sancionou mudanças no Código de Trânsito Brasileiro que abrandam algumas penas e tornam outras mais duras, como o homicídio ocasionado por motorista embriagado. Você conhece as novas regras?


 

  30ª Legislatura - Assembleia Legislativa do Ceará                                                                         Siga-nos:

  Av. Desembargador Moreira, 2807 - Bairro: Dionísio Torres - CEP: 60.170-900 

  Fone: (85) 3277.2500