Fortaleza, Segunda-feira, 26 Outubro 2020

Pesquisar

Alcance ENEM

Combate COVID-19

Processo Virtual

Processo Virtual - VDOC

Legislação

Projetos / Cursos

Publicações

Eventos e Destaques

Disque Assembleia

Login

AL lança pesquisa sobre vulnerabilidade de meninas vítimas de homicídio - QR Code Friendly
         Comunicação AL TV Assembleia FM Assembleia Banco de Imagens Previsão do Tempo Contatos
Quinta, 24 Setembro 2020 12:11

AL lança pesquisa sobre vulnerabilidade de meninas vítimas de homicídio Destaque

Avalie este item
(2 votos)
AL lança pesquisa sobre vulnerabilidade de meninas vítimas de homicídio Imagem: Divulgação
O Comitê de Prevenção e Combate à Violência da Assembleia Legislativa do Ceará lança, nesta sexta-feira (25/09), às 15h, o relatório de pesquisa "Meninas no Ceará: a trajetória de vida e de vulnerabilidades de vítimas de homicídio". O evento será transmitido ao vivo, de forma remota, pela TV Assembleia (canal 31.1), rádio FM Assembleia (96,7 MHz) e demais mídias da Casa (Facebook, Youtube e streaming da AL no site www.al.ce.gov.br).

O evento on-line contará com a participação do presidente da Casa, deputado José Sarto (PDT); do relator do comitê, deputado Renato Roseno (Psol); da coordenadora da pesquisa, Daniele Negreiros; da secretária executiva da Anistia Internacional, Jurema Werneck, e da jurista e aposentada da Procuradoria-Geral da República, Deborah Duprat. O comitê ainda aguarda confirmação da participação da vice-governadora Izolda Cela.

A pesquisa "Meninas no Ceará: a trajetória de vida e de vulnerabilidades de vítimas de homicídio" analisa marcadores de raça, classe, gênero e território na história de vida e nas circunstâncias de morte de meninas assassinadas em 2018 no Ceará. Naquele ano, quando houve redução de casos tanto para a população geral quanto para meninos da mesma faixa etária, meninas adolescentes de 10 a 19 anos foram as principais vítimas da violência letal no Estado. Em 2018, foram assassinadas 114 meninas no Ceará, representando um aumento de 42% em relação ao ano anterior e de 322% comparado a 2016. Em Fortaleza, os aumentos foram de 90% comparado a 2017 e de mais de 400% comparado a 2016.

Seguindo a mesma metodologia do primeiro relatório publicado, Cada Vida Importa, o comitê buscou reconstruir a história de vida de adolescentes vítimas e propor recomendações de prevenção de homicídios. "O maior desafio dessa pesquisa foi adentrar novamente a casa de mães, avós, tias e primas das vítimas de homicídio, anos após o lançamento do relatório Cada Vida Importa, e perceber que não só as famílias estavam mais empobrecidas e vulneráveis, como o problema atingiu um público que não tinha sido, até então, as meninas", explica Daniele Negreiros, coordenadora da pesquisa e assessora técnica do comitê.

O lançamento trará uma ampla discussão sobre os temas levantados a partir das análises da pesquisa e também sobre a urgência da implementação das recomendações baseadas em evidências.

SERVIÇO

Lançamento do relatório de pesquisa “Meninas no Ceará: a trajetória de vida e de vulnerabilidades de vítimas de homicídio”
Data: 25 de setembro (sexta-feira), às 15h
Local: TV Assembleia (canal 31.1), rádio FM Assembleia (96,7 MHz), Facebook, Youtube e streaming da Assembleia Legislativa do Ceará (www.al.ce.gov.br)
BD/CG/com Assessoria

Informações adicionais

  • Fonte: Agência de Notícias da Assembleia Legislativa
  • E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
  • Twitter: @Assembleia_CE
Lido 252 vezes Última modificação em Quinta, 24 Setembro 2020 13:07

Protocolo Digital

PROCON ALECE

Portal do Servidor

Eventos

Enquete

O presidente sancionou mudanças no Código de Trânsito Brasileiro que abrandam algumas penas e tornam outras mais duras, como o homicídio ocasionado por motorista embriagado. Você conhece as novas regras?

Sim - 40.7%
Não - 59.3%
A votação para esta enquete foi encerrada em: %26 %b %2020 - %10:%Out


 

  30ª Legislatura - Assembleia Legislativa do Ceará                                                                         Siga-nos:

  Av. Desembargador Moreira, 2807 - Bairro: Dionísio Torres - CEP: 60.170-900 

  Fone: (85) 3277.2500