Fortaleza, Quinta-feira, 04 Março 2021

Pesquisar

Alcance ENEM

Combate COVID-19

Processo Virtual

Processo Virtual - VDOC

Legislação

Projetos / Cursos

Publicações

Eventos e Destaques

Disque Assembleia

Login

Nota técnica de Comitê da AL aponta aumento de homicídios entre jovens - QR Code Friendly
         Comunicação AL TV Assembleia FM Assembleia Banco de Imagens Previsão do Tempo Contatos
Segunda, 22 Fevereiro 2021 15:29

Nota técnica de Comitê da AL aponta aumento de homicídios entre jovens Destaque

Avalie este item
(0 votos)
O panorama de violência no Ceará em 2020, ano já marcado pelos desafios e perdas causadas pela pandemia de Covid-19, é abordado na primeira nota técnica de 2021 do Comitê de Prevenção e Combate à Violência da Assembleia Legislativa do Ceará, que completa cinco anos de atuação nesta terça-feira (23/02).

A nota destaca, entre os muitos índices de violência, o impacto na juventude cearense, uma vez que, a cada semana, mais de 12 adolescentes foram assassinados, em média, no Ceará.

Em 2020, o estado registrou 677 crimes violentos letais intencionais contra adolescentes na faixa etária de 10 a 19 anos, o que representa 16,76% do total de 4.039 homicídios registrados. O número de homicídios nesta faixa etária teve um aumento de 90,70% se comparado ao ano de 2019.

 Os dados, seus contextos e impactos estão disponíveis no site do Comitê

Entre os dados analisados, o relatório aponta que o Ceará ocupou em 2020 o segundo lugar entre os estados brasileiros com mais mortes violentas de travestis e transexuais, registrando 22 assassinatos. A violência contra meninas também é ressaltada na nota, uma vez que houve um aumento de 69,77% de vítimas entre 10 e 19 anos em comparação com 2019, com 73 meninas mortas, uma média de uma morte a cada cinco dias.

O panorama de aumento vem depois de um pico de assassinatos de meninas nos anos de 2017 a 2018 e uma queda em 2019. Há a indicação ainda de que os números foram mais expressivos no Ceará do que em Fortaleza, o que aponta para uma interiorização dos homicídios que precisa ser analisada. 

VIOLÊNCIA INSTITUCIONAL

Segundo análise disponível na nota, o período mais violento de 2020 aconteceu em fevereiro, durante a paralisação de policiais militares no estado. O mês teve o maior número de casos de crimes violentos letais intencionais registrados. 

Outro ponto indicado pela nota é a violência institucional no Ceará que, em 2020, contabilizou 143 mortes por intervenção policial, 5,5% a mais do que em 2019 e um média mensal de 12 pessoas assassinadas. Os dados transformam o ano de 2020 como o terceiro com mais vítimas letais da violência institucional desde 2013. Em 2018, foram 221 mortes e 161 em 2017.

PREVENÇÃO

Segundo análise do Comitê disponível na nota, a prevenção de homicídios “deve fazer parte de uma agenda pública focada na redução das vulnerabilidades, considerando determinantes sociais dos homicídios, como classe social, gênero, raça e território”.

Dentro da agenda pública defendida como caminho de prevenção, precisa haver o entendimento da necessidade de urgência da ação, o planejamento das estratégias, a pactuação que integre políticas, a assertividade e a regularidade no comprometimento com tais políticas, elenca a publicação. 

ATUAÇÃO

O Comitê de Prevenção e Combate à Violência foi instituído em 2016 pela Assembleia Legislativa do Ceará em uma parceria com Governo do Estado, Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) e instituições do poder público e sociedade civil.

Ao longo desses cinco anos, vem realizando pesquisas, propondo ações e recomendações com foco na prevenção dos homicídios, especialmente, dos que vitimam adolescentes no Ceará. 

Desde maio de 2020, o Comitê vem elaborando e lançando notas técnicas para debater o contexto de violências no Estado e suas principais vítimas. Todas as notas estão disponíveis no site  do Comitê.

SA/CG

Informações adicionais

  • Fonte: Agência de Notícias da Assembleia Legislativa
  • E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
  • Twitter: @Assembleia_CE
Lido 159 vezes Última modificação em Segunda, 22 Fevereiro 2021 18:38

Protocolo Digital

PROCON ALECE

Portal do Servidor

Eventos

Enquete

Numa pandemia, quem promove aglomerações - contrariando decretos e normas sanitárias - deve ser punido?


 

  30ª Legislatura - Assembleia Legislativa do Ceará                                                                         Siga-nos:

  Av. Desembargador Moreira, 2807 - Bairro: Dionísio Torres - CEP: 60.170-900 

  Fone: (85) 3277.2500