Fortaleza, Sábado, 24 Julho 2021

Pesquisar

Alcance ENEM

Combate COVID-19

Processo Virtual

Processo Virtual - VDOC

Legislação

Projetos / Cursos

Publicações

Login

Deputados apontam desafios da pandemia no Dia Mundial da Saúde - QR Code Friendly
         Comunicação AL TV Assembleia FM Assembleia Banco de Imagens Previsão do Tempo Contatos
Quarta, 07 Abril 2021 13:51

Deputados apontam desafios da pandemia no Dia Mundial da Saúde

Avalie este item
(0 votos)
Deputados apontam desafios da pandemia no Dia Mundial da Saúde Imagem: Divulgação
O Dia Mundial da Saúde, celebrado nesta quarta-feira (07/04), que objetiva conscientizar as pessoas sobre a importância da preservação da saúde para melhorar a qualidade de vida, foi lembrado pelos deputados médicos da Assembleia Legislativa. A data remete à criação da Organização Mundial da Saúde (OMS), em 1948, e, neste 2021, chega com a campanha “Construindo um Mundo Mais Justo e Saudável”.

Para os parlamentares, os desafios ficaram mais visíveis e acentuados com pandemia da Covid-19. O presidente da Comissão de Seguridade Social e Saúde da AL, deputado Guilherme Landim (PDT), afirma que uma pandemia, como a que estamos passando, mostra à sociedade o quanto é necessário avançar em investimentos no setor. De acordo com o parlamentar, é preciso aumentar os recursos para o Sistema Único de Saúde (SUS), “o maior sistema de saúde do mundo”.

“Neste momento, ainda com todas as dificuldades, é o SUS que tem ajudado muitas pessoas. Por isso é mais forte ainda a nossa luta por mais recursos para a saúde, por mais valorização dos profissionais que fazem a rede de saúde do nosso Estado e do Brasil. Se Deus quiser, essa pandemia vai nos mostrar que precisamos de mais organização e investimentos na saúde pública”, pondera o deputado.

Guilherme Landim ressalta ainda o trabalho dos profissionais da saúde, principalmente no enfrentamento à pandemia. Para ele, esses servidores têm realizado suas atividades “de forma incansável” e lutado pata trazer mais saúde para a população brasileira. “A todos eles, a nossa reverência e os nossos agradecimentos”, disse.

O deputado Carlos Felipe (PCdoB), em entrevista à rádio FM Assembleia (96,7), diz lamentar que a data tenha pouco a celebrar, devido a desigualdade social, acentuada na pandemia. “Temos pouco a celebrar. A humanidade precisa de um sistema humano e justo, que trate desde as pessoas mais simples e humildes até os mais abastados. Não podemos ter um sistema de saúde que seja acessível somente a pessoas que tenham poder aquisitivo”, ressalta.

O parlamentar observa que a pandemia reafirmou a necessidade de se ter um sistema de saúde eficiente, pois a Covid-19 atingiu a todos, de forma indistinta. Segundo ele, é importante que os sistemas públicos de saúde sejam valorizados, assim como os servidores que precisam ser contratados por meio de concursos públicos. O deputado enfatiza ainda que os profissionais da área sejam estimulados e capacitados diariamente, ao mesmo tempo que é necessário mais investimento em pesquisa, inclusive no Brasil.

“Isso é importante para que a gente possa estar emancipado, não só para imunizar o nosso povo, mas também poder ajudar o resto do mundo. É um momento de reflexão para a humanidade, para os empresários e para a sociedade como um todo. Um momento de valorização do serviço público, do nosso Sistema Único de Saúde e valorização do ser humano. Temos a esperança que este momento de sofrimento sirva para levar reflexão às pessoas que entendiam de uma forma diferente”, enfatiza Carlos Felipe.

A saúde vai além do não estar doente, mas é o completo “bem-estar físico, mental, social e orgânico”, lembra o deputado Fernando Hugo (PP). O parlamentar deseja que o Dia Mundial da Saúde seja lembrado pela sociedade como uma data importante para reforçar o enfrentamento à pandemia. “Torço, de uma forma veemente, extremadamente centrada nos pensamentos hipocráticos, o Pai da grande Medicina (ele se refere a Hipócrates), que todos nós, cidadãos conscientes do Brasil e do mundo, consigamos aplacar essa dizimação que a pandemia do coronavírus está fazendo”, assinala.

Fernando Hugo reitera a necessidade de as pessoas “criarem consciência” do momento em que o mundo está passando. Ele enfatiza a importância de evitar sair de casa; de não fazer passeios; usar máscara; e seguirmos com os cuidados com a higiene, “a fim de se ter um Dia Mundial da Saúde para se comemorar o bem-estar de todos”.

“É necessário que você cidadão, a senhora mãe de família, o pai de família, rapazes, moças e até as crianças entendam o quão perigosa e mortal é essa doença que cresce à medida que as pessoas se aglomeram e desdenham dos cuidados básicos. É preciso criar consciência de que o desdém leva ao contágio e a saúde não poderá reinar”, pondera.

O Dia Mundial da Saúde é celebrado em 7 de abril desde 1950 e surgiu pela preocupação dos integrantes da organização em manter o bom estado de saúde das pessoas em todo o mundo, e alertar sobre os principais problemas que podem atingir a população. A OMS define que “a saúde é um estado de completo bem-estar físico, mental e social e não apenas a ausência de doença ou enfermidade”.
GS/AT/com FM Assembleia

Informações adicionais

  • Fonte: Agência de Notícias da Assembleia Legislativa
  • E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
  • Twitter: @Assembleia_CE
Lido 322 vezes Última modificação em Quinta, 08 Abril 2021 11:31

Protocolo Digital

PROCON ALECE

Portal do Servidor

Eventos


 

  30ª Legislatura - Assembleia Legislativa do Ceará                                                                         Siga-nos:

  Av. Desembargador Moreira, 2807 - Bairro: Dionísio Torres - CEP: 60.170-900 

  Fone: (85) 3277.2500