Fortaleza, Terça-feira, 12 Dezembro 2017

Pesquisar

Processo virtual


Projetos / Cursos

Publicações

Eventos e Destaques

Login

Internautas defendem multa para pedestres e ciclistas - QR Code Friendly
         Comunicação AL TV Assembleia FM Assembleia Banco de Imagens Previsão do Tempo Contatos
Segunda, 13 Novembro 2017 12:40

Internautas defendem multa para pedestres e ciclistas

Avalie este item
(0 votos)
A maioria (62.9%) dos internautas que opinaram na enquete veiculada no site da Assembleia Legislativa entre 6 e 13 de novembro concorda que pedestres e ciclistas devem ser multados por descumprimento das leis de trânsito, defendendo, porém, que é preciso uma ampla campanha de conscientização.

Outros 37.1% discordam da pena, alegando que a maior parte dos acidentes é provocada por veículos.

Para o deputado Ely Aguiar (PSDC), a penalização funciona como “mais uma indústria da multa que querem implantar neste País”. O parlamentar criticou a falta de infraestrutura urbana, que vem causando riscos constantes a pedestres e ciclistas.

Segundo a deputada Fernanda Pessoa (PR), as novas regras do Departamento Nacional de Trânsito (Detran), por intermédio de portaria publicada pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran), para multar pedestres e ciclistas que circulam em vias não permitidas, deverão ser implementadas dentro de alguns meses, mas o ideal é que todo cidadão já vá se orientando sobre seu dever no trânsito. “Essas novas regras são importantes para garantir a segurança de todos no trânsito”, defendeu.

O deputado Walter Cavalcante (PP) entende que, antes de punir, é preciso educar. “É necessário que seja realizada uma ampla campanha de conscientização da população, para que pedestres e ciclistas estejam aptos e educados de seus deveres conforme a legislação de trânsito e as demais normas”, salientou.

Já o deputado Moisés Braz (PT) critica a portaria do Contran que prevê multa a pedestres e ciclistas por eventuais infrações de trânsito. “É óbvio que a grande maioria das ruas e avenidas brasileiras não têm a infraestrutura necessária de sinalização. Como o pedestre vai atravessar onde não há faixa? Como multar um pedestre que anda num país onde 90% das calçadas estão fora das normas? Outra: em não tendo poder de polícia, como o agente de trânsito vai obrigar o cidadão a se identificar?”, questionou. Ele defende a necessidade de educação para o trânsito.

Segundo a secretária-geral adjunta da Comissão de Trânsito, Tráfego e Mobilidade Urbana da Ordem dos Advogados do Brasil no Ceará (OAB/CE), Larissa Agnes, como toda legislação nova, no caso da Resolução 706/2017, antes de sua implementação, deverá haver uma prévia e ampla conscientização das regras a serem seguidas. “Acidentes de trânsito acontecem, seja por culpa dos condutores de veículos, motociclistas, pedestres ou ciclistas, mas entendemos que, com a Resolução, haverá uma diminuição dessas ocorrências”, pondera. Para ela, é preciso que todos sigam as regras, “para salvaguardar a própria vida e a do próximo.”

LS/PN

Informações adicionais

  • Fonte: Agência de Notícias da Assembleia Legislativa
  • E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
  • Twitter: @Assembleia_CE
Lido 181 vezes Última modificação em Quinta, 16 Novembro 2017 16:53

Recadastramento

Portal do Servidor

Comitê / Frente

Enquete

Como você pretende utilizar o 13º salário?


 

  29ª Legislatura - Assembléia Legislativa do Ceará                                                                         Siga-nos:

  Av. Desembargador Moreira, 2807 - Bairro: Dionísio Torres - CEP: 60.170-900 

  Fone: (85) 3277.2500