Fortaleza, Sexta-feira, 17 Agosto 2018

Pesquisar

Processo Virtual


Legislação

Projetos / Cursos

Publicações

Eventos e Destaques


Login

         Comunicação AL TV Assembleia FM Assembleia Banco de Imagens Previsão do Tempo Contatos

Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 
Tamanho letra:

II CONFERÊNCIA DA CAATINGA DISCUTIRÁ CRISE HÍDRICA,

SUSTENTABILIDADE E DESERTIFICAÇÃO NO BIOMA

A solenidade de abertura da II Conferência da Caatinga será no próximo dia 19 de junho, terça-feira, às 18h30, no Auditório Murilo Aguiar, da Assembleia Legislativa. A realização é da Assembleia Legislativa do Ceará e o Governo do Estado, através da Secretaria do Meio Ambiente (SEMA) e Secretaria do Desenvolvimento Agrário (DAS) e Instituto Agropolos. O objetivo é trazer à luz os graves problemas que preocupam governos e sociedade civil, em torno do bioma Caatinga, com ênfase na crise hídrica, na sustentabilidade e no processo crescente de desertificação, tendo como eixo central o ser humano. Em paralelo à II Conferência da Caatinga, acontecerá a Feira da Cultura e dos Saberes.

Na ocasião, o titular da SEMA, Artur José Vieira Bruno, será agraciado com a Medalha Chico Mendes, comenda que homenageia personalidades ou instituições com relevantes serviços prestados ao meio ambiente no Ceará. Foi criada em junho de 1989, por iniciativa do então deputado estadual João Alfredo.

A conferência prossegue até 21 de junho. Em sua programação tem palestras, apresentações de experiências exitosas no bioma e uma plenária de avaliação e construção de proposições, alinhando as experiências com os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) associados às necessidades da Caatinga. As sessões temáticas estão divididas nos eixos Meio Ambiente; Recursos Hídricos; Agropecuária: Desenvolvimento Humano Econômico e Social. Os participantes, previamente inscritos, participarão dos debates, a partir da opção por um dos eixos propostos.

A feira tem por finalidade difundir o conhecimento cultural, artístico, científico e tecnológico dos povos da Caatinga. Contará com 23 estandes, distribuídos pelo hall da Assembleia, representando instituições públicas de vários Estados do Nordeste. Durante três dias, uma variedade de produtos, entre artesanato, comidas típicas e alimentos orgânicos, além de eventos de natureza cultural, será oferecida aos visitantes.

SERVIÇO

 

II Conferência da Caatinga – Desenvolvimento Humano e Sustentabilidade

Data - 19 a 21 de junho de 2018

Local: Auditório Murilo Aguiar, da Assembleia Legislativa do Estado do Ceará e

Ed. José Euclides Ferreira Gomes – 3º. andar

Av. Desembargador Moreira, 2807 - Dionísio Torres, Fortaleza, Ceará.

Mais informações: (85) 3277- 3743

 

 

II Conferência da Caatinga

 

      Faça sua inscrição aqui.      

   

A II Conferência da Caatinga, com o tema “Desenvolvimento Humano e Sustentabilidade” tem por missão trazer à luz as graves questões que preocupam governos e sociedade civil organizada em torno do bioma, com ênfase na crise hídrica, na sustentabilidade e no processo agressivo de desertificação, tendo como eixo central o Ser Humano. O evento é uma realização da Assembleia Legislativa do Estado do Ceará, Governo do Estado do Ceará, através da Secretaria do Meio Ambiente (SEMA) e Secretaria do Desenvolvimento Agrário (SDA) e Instituto Agropolos, Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (DNOCS); Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA - Superintendência do Ceará) e dos representantes da sociedade, Instituto Nordeste XXI e Fundação Bernardo Feitosa. A coordenação é do Conselho de Altos Estudos e Assuntos Estratégicos, órgão que oferece embasamento técnico-científico ao planejamento de políticas públicas do legislativo estadual cearense.

Objetivo Geral:

Identificar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU (ODS) estratégicos para o Desenvolvimento Humano e Sustentabilidade no Bioma Caatinga, indicando ações implementadas e previstas, desafios e proposições.

Objetivos específicos:

- Avaliar os avanços e desafios relativos aos compromissos assumidos na I Conferência da Caatinga, realizada em 2012, e dar continuidade ao processo de articulação interinstitucional discutido na ocasião;

- Refletir sobre as transformações socioeconômicas e ambientais que ocorreram na região semiárida no período;

- Analisar as modificações ambientais, sociais e econômicas ocorridas na região nos últimos anos, especialmente, em decorrência da seca prolongada;

- Disseminar informações sobre programas, projetos e ações em desenvolvimento ou previstas nos Estados que contribuem ou poderão contribuir para as metas previstas nos ODS estratégicos para o Bioma Caatinga;

- Deliberar uma agenda efetiva para as políticas públicas da região.

Participantes:

Instituições públicas dos poderes Executivo e Legislativo dos três níveis de poder,

Universidades, Instituições de ciência, pesquisa e tecnologia, entidades representativas da sociedade civil e dos setores produtivos com atuação no bioma Caatinga.

Programação:

19 de junho

18h30 - Abertura Solene da II Conferência da Caatinga e da Feira Cultural da Caatinga

Outorga da Medalia Chico Mendes ao secretário do Meio Ambiente do Ceará, Artur José Vieira Bruno

Local: Auditório Murilo Aguiar - Assembleia Legislativa do Estado do Ceará

20 de junho

Manhã - Abertura dos Trabalhos

- Apresentação dos resultados da sistematização e análise dos compromissos assumidos na I Conferência da Caatinga.

- Palestra sobre o contexto do bioma frente aos impactos ambientais, sociais e econômicos no

período da seca, destacando estratégias de ações e intervenções inovadoras.

- Palestra sobre a relevância dos ODS e sua adequação as especificidades do Bioma Caatinga.

Tarde - GT’s por Eixo Temático

Apresentações de experiências exitosas dos Estados;

21 de junho

Manhã e Tarde – Plenárias

Avaliação dos debatedores sobre a relação dos trabalhos apresentados com os ODS estratégicos para o Desenvolvimento Humano e a sustentabilidade do Bioma. (Adequação, desafios e proposições)

Encaminhamentos, Deliberações e Encerramento.

II CONFERÊNCIA DA CAATINGA SELECIONA EXPERIÊNCIAS EXITOSAS

QUE VISEM A SUSTENTABILIDADE DO BIOMA

A Coordenação Estadual da II Conferência da Caatinga no Ceará está coletando indicações de experiência exitosas relacionadas ao bioma com o objetivo de encaminhar o processo de pré-seleção para apresentações durante a Conferência. O mesmo processo acontece nos demais estados da região. As instituições públicas e entidades da sociedade poderão encaminhar as experiências que considerarem relevantes, até o dia 30 de Abril, para o endereço eletrônico Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo., descritas em ficha de inscrição disponível em  https://www.al.ce.gov.br/ii-conferencia-da-caatinga, onde também poderão encontrar os critérios de participação.

As propostas enviadas serão submetidas a uma pré-seleção, no Encontro Estadual Preparatório da II Conferência, em 15 de maio. Serão selecionadas 10 (dez) experiências do Ceará, como de cada estado. Destas, a coordenação selecionará 05 (cinco) para serem apresentadas na Conferência, em power point, nas salas temáticas; e 5 (cinco) para divulgação na forma de banner/painel/ vídeo, na área da exposição. Simultaneamente, acontecerá a Feira dos Saberes e das Culturas da Caatinga.

Os critérios de participação levam em consideração a relação com os eixos temáticos da conferência, que são meio ambiente; segurança hídrica e saneamento; agropecuária; e desenvolvimento econômico e social. Os projetos, planos e ações a serem apresentados deverão ter no mínimo 5 (cinco) anos de implantação e apresentarem resultados que comprovem sua eficiência.

A II Conferência da Caatinga acontecerá no período de 19 a 21 de junho, com o tema “Desenvolvimento humano e sustentável”, no auditório Murilo Aguiar, da Assembleia Legislativa. Seu objetivo maior será propor estratégias para o desenvolvimento humano e a sustentabilidade da Caatinga, tendo por referência os ODS (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável), projetos e iniciativas implementados no bioma.

            A metodologia da conferência está fundamentada na disseminação de informações sobre programas, projetos e ações em desenvolvimento ou previstas nos estados do bioma, que contribuem ou poderão contribuir para as metas previstas nos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, estabelecidos pela ONU, passíveis de serem considerados estratégicos para o bioma.

A realização é da Assembleia Legislativa do Estado do Ceará e Governo do Estado, através da Secretaria do Desenvolvimento Agrário, Instituto Agropolos, e Secretaria do Meio Ambiente do Ceará, com apoio do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (DNOCS), Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA-Superintendência do Ceará) e Banco do Nordeste, com parceria do Instituto Nordeste XXI, Fundação Bernardo Feitosa e Instituto Instituto Brasileiro de Administração para o Desenvolvimento (Ibrad).

ANEXOS:

 

FEIRA DOS SABERES E DAS CULTURAS TRAZ O SERTÃO PARA CIDADE

Uma Feira dos Saberes e das Culturas do povo catingueiro acontecerá simultaneamente à II Conferência da Caatinga, que será realizada em Fortaleza, entre 19 a 21 de junho, realizada pela Assembleia Legislativa do Ceará e Governo do Estado. Os visitantes poderão participar de um acontecimento especial, que reunirá manifestações culturais dos estados nordestinos. A feira acontecerá ao largo do corredor de passagem da Assembleia Legislativa. A ideia é realizar um evento rico em diversidade, onde a realidade caatingueira poderá ser vivenciada, da gastronomia às artes e o artesanato.

Logo na entrada, o espaço da Economia Criativa oferecerá um viés da produção agrícola, artesanatos e manifestações culturais do Nordeste. Será um momento de reencontro com as raízes, com aspectos peculiares que remetem a um sentimento de nostalgia das coisas do sertão. Uma bodega oferecerá aos visitantes produtos da Medicina Natural e produtos alimentícios variados, como o melaço da cana-de-açúcar, queijo de coalho, castanha de caju e cajuína, entre outros, além de utensílios domésticos, típicos do sertão nordestino.

Como forma de contemplar toda a diversidade da cultura do povo caatingueiro, o stand Feira das Artesanias reunirá o que há de mais criativo no mundo do fazer caatingueiro, demonstrando as habilidades manuais dos seus artesãos, dos bordados, à renda, do crochê à tecelagem. Produtos do couro da tilápia, da fibra de sisal, e as semi-jóias são formas de expressar a riqueza de uma gente que descobre na natureza, muitas vezes adversa, laços de resistência, de sabedoria e poder de transformação.

Parcerias importantes estão sendo firmadas para garantir a diversidade, com o apoio da Central de Artesanato Luiza Távora. Peças da Galeria Mestre Noza irão compor o cenário do encontro de grandes mestres. A feira contará com exposição e venda das criativas sandálias coloridas fabricadas em couro do artesão Expedito Seleiro, e as joias do designer Antônio Rabelo, homem do sertão central de Quixeramobim, que se notabilizou nacionalmente pela criação de peças exclusivas, confeccionadas a partir da diversidade de pedras semipreciosas dos garimpos do seu município.

O Espaço do Livro e da Leitura disporá de publicações sobre a temática, com foco na Eco-cidadania. Uma exposição de fotografias sobre o tema da II Conferência da Caatinga, “Desenvolvimento Humano e Sustentabilidade”, será acompanhada por uma curadoria especializada, adianta a assessora técnica do Conselho de Altos Estudos, Fátima Feitosa, responsável pela organização da feira.

Um espaço dedicado às apresentações artísticas culturais do sertão, com a presença de sanfoneiros e cordelistas, que recitarão suas poesias sobre a temática da feira. O visitante poderá participar das Rodas de Conversa, em que o mote será a socialização de experiências ou projetos de fomento da construção da cidadania ambiental. Uma oficina de réplicas da megafauna, teatro de sombras, dentre outras atividades lúdicas fará a alegria de adultos e crianças.

A Feira dos Saberes e das Culturas é uma realização da Assembleia Legislativa do Estado do Ceará e Governo do Estado, através da Secretaria do Desenvolvimento Agrário (DAS), Instituto Agropolos e Secretaria do Meio Ambiente (SEMA), com apoio do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (DNOCS); Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA - Superintendência do Ceará) e Banco do Nordeste. Tem como parceiros o Instituto Nordeste XXI, a Fundação Bernardo Feitosa e o Instituto Brasileiro de Administração para o Desenvolvimento (Ibrad). A coordenação é do Conselho de Altos Estudos e Assuntos Estratégicos, órgão que oferece embasamento técnico-científico ao legislativo estadual cearense.

Mais informações:

Conselho de Altos Estudos e Assuntos Estratégicos

(85) 3277-3743

Portal do Servidor

Eleições 2018

Enquete

Você acha que o aumento na oferta de voos para a Europa, proporcionado pela chegada do hub de aviação a Fortaleza, pode trazer benefício direto aos usuários?

II Conferência da Caatinga - QR Code Friendly


 

  29ª Legislatura - Assembleia Legislativa do Ceará                                                                         Siga-nos:

  Av. Desembargador Moreira, 2807 - Bairro: Dionísio Torres - CEP: 60.170-900 

  Fone: (85) 3277.2500