Fortaleza, Sábado, 24 Outubro 2020

Pesquisar

Alcance ENEM

Combate COVID-19

Processo Virtual

Processo Virtual - VDOC

Legislação

Projetos / Cursos

Publicações

Eventos e Destaques

Disque Assembleia

Login

Assembleia e CMFor realizam força-tarefa - QR Code Friendly
         Comunicação AL TV Assembleia FM Assembleia Banco de Imagens Previsão do Tempo Contatos
Terça, 16 Dezembro 2014 06:43

Assembleia e CMFor realizam força-tarefa

Avalie este item
(0 votos)
  Tanto a Câmara Municipal de Fortaleza (CMFor) como a Assembleia Legislativa do Ceará (AL-CE) realizam esforços concentrados para limparem as pautas até o final desta semana, onde entrarão de recesso. Os trabalhos retornarão apenas em fevereiro. A CMFor precisa ainda discutir e votar projetos importantes como a Reforma Administrativa encaminhada pelo prefeito Roberto Cláudio (Pros) e a Lei Orçamentária Anual (LOA), que tem um orçamento previsto para o Município, em 2015, de cerca de R$ 6,432 bilhões. Já a assembleia também votará a LOA na próxima quinta, que tem o valor quadruplicado, em torno de 23,6 bilhões para administrar ano que vem. Na Câmara, ainda hoje, haverá uma audiência pública, onde os vereadores debaterão com secretários do Município a Reforma, que contém 31 mensagens, sendo 28 já aprovadas pelas comissões técnicas. Segundo o vereador Acrísio Sena (PT), está condicionado que os pares firmem um acordo com a Mesa Diretora para ocorrer sessões extraordinárias, haja vista considerar não haver tempo hábil para a votação das matérias e do orçamento. “Essas mensagens que chegaram a Casa alteraram profundamente a dinâmica da Casa”, disse a O Estado. Para o petista, o formato escolhido pelo prefeito Roberto Cláudio (Pros) foi realizado para “não ter diálogo” com a Câmara, servidores públicos e a sociedade. “É uma reforma na linha da imposição”, critica, fundamentando que, após dois anos de discussão interna, o pacote foi enviado para a Casa. “Não tem nenhuma previsão dos Planos de Cargos e Carreiras e Salários, foram 14 planos criados e não tem previsão também de concurso público”, ressalta. Conforme ainda Acrísio, não haverá muitas dificuldades para a Lei orçamento ser votada a Lei Orçamentária, contudo, ressalva que, por razão da Reforma Administrativa, a LOA terá de ser revista, o que pondera “não ter havido planejamento” por parte da Prefeitura. MUDANÇA DE CASA Com o recesso, dois parlamentares, o presidente da Câmara, Walter Cavalcante (PMDB) e o vereador Capitão Wagner (PR) deixam a Casa e se preparam para assumir, em 1º de fevereiro, cadeiras na Assembleia Legislativa. De acordo com Capitão Wagner, os dois últimos anos trouxeram boas experiências em sua vida política. “Aprendi que, para trabalhar no Parlamento, a gente precisa articular apoios. Sozinho não conseguimos chegar a lugar nenhum. E é essa a experiência que vou levar para a Assembleia”, afirma. PARLAMENTO ESTADUAL Assim como na CMFor, a Assembleia corre contra o tempo para votar a LOA. A previsão é de que sejam aplicados, na saúde, R$ 2,9 bilhões; na educação, R$ 2,4 bilhões, e na segurança pública, R$ 1,8 bilhão. Despesas com pessoal devem ficar em torno de R$ 9 bilhões. Até a última terça-feira (9), conforme o último levantamento divulgado pelo deputado José Sarto (Pros), relator da Lei Orçamentária, cerca de 700 emendas já foram apresentadas pelos deputados. CALENDÁRIO Em 1º de janeiro de 2015, a Casa abrirá suas portas ainda com a atual legislatura, para dar posse ao governador eleito Camilo Santana (PT). Até o retorno dos trabalhos, em 1º de fevereiro, existe a expectativa de que Camilo convoque extraordinariamente os deputados, para que votem a Reforma Administrativa, como criação e extinção de secretarias, conforme vem formulando o seu Plano de Governo, durante o período de transição. HISTÓRICO No esforço concentrado desde as últimas semanas, na última quinta-feira (11), os parlamentares aprovaram o Projeto Lei que, pelo menos há 20 anos, é reivindicado pelos servidores, considerado pelos pares como um momento histórico. A Casa aprovou o novo Plano de Cargos e Carreiras (PCC) dos seus funcionários, que, além de prever a redefinição das carreiras, estabelece critérios para ingresso e ascensão funcional dos servidores. PAUTA TRAVADA Parlamentares de oposição reclamam de matérias importantes que estão tramitando na ALCE, contudo, mesmo com o recesso e a chegada de uma nova legislatura, seguem sem previsão de votação. A deputada Eliane Novais cobra a aprovação de dos projetos em tramitação: um diz respeito à aprovação da PEC do voto aberto e um segundo, que trata da presença feminina na Mesa.
Lido 1182 vezes

Protocolo Digital

PROCON ALECE

Portal do Servidor

Eventos

Enquete

O presidente sancionou mudanças no Código de Trânsito Brasileiro que abrandam algumas penas e tornam outras mais duras, como o homicídio ocasionado por motorista embriagado. Você conhece as novas regras?


 

  30ª Legislatura - Assembleia Legislativa do Ceará                                                                         Siga-nos:

  Av. Desembargador Moreira, 2807 - Bairro: Dionísio Torres - CEP: 60.170-900 

  Fone: (85) 3277.2500