Fortaleza, Domingo, 19 Novembro 2017

Pesquisar

Processo virtual


Projetos / Cursos

Publicações

Eventos e Destaques

Login

         Comunicação AL TV Assembleia FM Assembleia Banco de Imagens Previsão do Tempo Contatos
Terça, 14 Novembro 2017 12:01

Capitão Wagner aponta falta de investimento em polícia investigativa

Avalie este item
(0 votos)
Deputado Capitão Wagner Deputado Capitão Wagner Foto: Máximo Moura
O deputado Capitão Wagner (PR) considerou, durante o primeiro expediente da sessão plenária da Assembleia Legislativa desta terça-feira (14/11), fracassado o combate à violência no estado do Ceará. Na avaliação do parlamentar, “falta planejamento do Executivo em ações sincronizadas na área da segurança pública e investimento em polícia investigativa para conter os acentuados e recorrentes casos de violência”.

Capitão Wagner destacou episódios recentes, como os assassinatos de quatro jovens que cumpriam medidas socioeducativas no Centro Mártir Francisca, administrado pelo Governo do Estado, e que foram retirados à força do local por criminosos e executados, e de um morador de um condomínio residencial no Mondubim, além de arrastões registrados nesta madrugada em restaurantes da área nobre de Fortaleza.

“A impunidade impera no Ceará, a ponto de bandidos invadirem prédios públicos, como centros socioeducativos, tirarem pessoas de lá e matarem. É a certeza da impunidade, e não sei mais o que pode acontecer para dizer que a culpa de tudo isso não é do Governo do Estado e desta Casa, que é conivente”, criticou o deputado.

Para ele, a Assembleia Legislativa precisa contribuir mais na questão da segurança pública do Estado. “A campanha Ceará sem Drogas e o Comitê de Prevenção de Homicídios na Adolescência são iniciativas importantes, mas a CPI do Narcotráfico está na fila, e não cobramos devidamente o Ministério Público e prefeituras. Precisamos assumir a nossa responsabilidade e parar de enganar o povo”, apontou.

O deputado cobrou o fortalecimento da polícia investigativa no Estado. “Falamos e criticamos aqui a segurança pública do Ceará e as respostas são sempre as mesmas, de que o governador vem fazendo a parte dele, mas sabemos que a fórmula adotada pelo governo não deu certo, e não vai dar certo enquanto não for investido em uma polícia investigativa séria, com autonomia e independência para fazer o trabalho dela”, salientou Capitão Wagner.

Em aparte, o deputado Tin Gomes (PHS) comentou que “não adianta apenas o investimento em ações investigativas, se não houver também o fortalecimento de ações repressivas”.

Já o deputado João Jaime (DEM) ressaltou que, apesar dos investimentos feitos pelo Governo do Estado na área da segurança pública, os resultados alcançados no combate à violência ainda estão muito longe do ideal.

“A bandidagem sabe que a impunidade é certa, e vejo que, em uma esfera nacional, os três poderes estão rendidos. Se a União não tomar para si a problemática da segurança, vai ser difícil que haja alguma melhora”, pontuou João Jaime.

RG/AT

Informações adicionais

  • Fonte: Agência de Notícias da Assembleia Legislativa
  • E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
  • Twitter: @Assembleia_CE
Lido 82 vezes Última modificação em Terça, 14 Novembro 2017 14:25

Recadastramento

Portal do Servidor

Comitê / Frente

Enquete

A campanha Novembro Azul pode ajudar na redução de casos do câncer de próstata?


 

  29ª Legislatura - Assembléia Legislativa do Ceará                                                                                    Siga-nos:

  Av. Desembargador Moreira, 2807 - Bairro: Dionísio Torres - CEP: 60.170-900 

  Fone: (85) 3277.2500