Imprimir esta página
Quinta, 22 Março 2018 11:07

Ely Aguiar defende maior fiscalização durante ano eleitoral

Avalie este item
(1 Voto)
Deputado Ely Aguiar Deputado Ely Aguiar Foto: Paulo Rocha
O deputado Ely Aguiar (PSDC) alertou, nesta quinta-feira (22/03), durante o primeiro expediente da sessão plenária da Assembleia Legislativa, para que todo o processo eleitoral transcorra com transparência e legalidade. “Esperamos que neste período eleitoral a lei funcione e que haja uma fiscalização rigorosa por parte do Ministério Público e da Polícia Federal com relação àqueles que querem assumir uma cadeira no Parlamento, mas que querem entrar contra os métodos estabelecidos pela legislação eleitoral”, disse.

Conforme o parlamentar, muitos candidatos se utilizam de cargos e situações financeiras para a captação ilícita de votos, o que desfavorece aqueles que procuram trabalhar de acordo com a lei. Ele citou o caso que ocorreu em Barbalha, em que houve uma suposta compra de votos por parte de um candidato derrotado no município. Conforme o parlamentar, o candidato utilizou métodos condenáveis pela legislação para a captação de votos, e o processo está parado. “Esse candidato foi agraciado com uma secretaria, é candidato a deputado estadual e está distribuindo trator para todo canto”, denunciou.

Na avaliação do deputado, a reforma política deveria estabelecer que quem fosse eleito deputado e escolhido para ser secretário de Estado teria que renunciar ao cargo. “Porque o cara tira licença como deputado, vai para uma secretaria, utiliza essa pasta em benefício próprio e depois volta por cima da carne seca”, explicou.

Ely Aguiar também se manifestou contrário à reforma previdenciária do Ceará como é pretendida pelo Governo do Estado. Conforme ele, analistas comentam que a proposta estadual é pior que a federal. “Essa reforma da Previdência que o Governo está mandando eu votarei contrário, não terão o meu voto”, garantiu.

Em aparte, o deputado Roberto Mesquita (PSD) criticou a relação da gestão estadual com a AL. “O governo, além de se utilizar dos recursos que a Assembleia aprova para fazer política com objetivo de se promover, ainda quer interferir na composição desse Parlamento, escolhendo os deputados que quer ver eleitos”.

LS/PN

Informações adicionais

  • Fonte: Agência de Notícias da Assembleia Legislativa
  • E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
  • Twitter: @Assembleia_CE
Lido 608 vezes Última modificação em Quinta, 22 Março 2018 14:30

Mais recentes de Fotografia

Itens relacionados (por tag)