Fortaleza, Quarta-feira, 23 Outubro 2019

Pesquisar

Processo Virtual

Processo Virtual - VDOC

Legislação

Projetos / Cursos

Publicações

Eventos e Destaques

Disque Assembleia

Login

         Comunicação AL TV Assembleia FM Assembleia Banco de Imagens Previsão do Tempo Contatos
Terça, 12 Fevereiro 2019 10:05

Acrísio Sena aponta preocupação com o crescimento dos crimes cibernéticos

Avalie este item
(1 Voto)
Deputado Acrísio Sena Deputado Acrísio Sena Foto: Edson Júnior Pio
O deputado Acrísio Sena (PT) alertou, durante o primeiro expediente da sessão plenária da Assembleia Legislativa desta terça-feira (12/02), para a problemática dos crimes cibernéticos. De acordo com o parlamentar, os riscos tecnológicos já atingiram uma dimensão tão ampla que foram pauta no Fórum de Davos, na Suíça, em janeiro.

Segundo Acrísio Sena, no encontro, 75 líderes mundiais confessaram os seus temores sobre a questão dos avanços tecnológicos e suas ameaças.

“Temas como a influência das redes sociais e as políticas de confidencialidade de dados entre pessoas e gigantes da tecnologia representam desafios reais para a sociedade”, assinalou o deputado.

Acrísio acrescentou que especialistas apontam que os crimes cibernéticos estão entre os cinco maiores problemas globais atualmente.

“Crimes envolvendo lavagem de dinheiro e uma vastidão de outros problemas envolvendo comércio internacional, além da prostituição e tantas outras questões ainda fogem de um controle adequado”, avaliou o parlamentar.

Acrísio Sena lamentou também que muitas mulheres têm suas vidas íntimas expostas na internet, e quando recorrem às delegacias carecem de um acompanhamento necessário para suas demandas.

Em aparte, o deputado Carlos Felipe (PCdoB) reforçou a preocupação do colega com um assunto de tamanha gravidade como os crimes cometidos pela internet. “A internet é um instrumento de excelência, permitindo que as pessoas se atualizem em qualquer área, mas também pode se tornar em algo perigoso quando é utilizada para crimes das mais diversas formas, seja com redes de pedofilia, exploração sexual, calúnias e difamações”, considerou.

A deputada Augusta Brito (PCdoB) lembrou que a Procuradoria Especial da Mulher (PEM) da Assembleia Legislativa, da qual é presidente, debateu o tema violência contra a mulher na internet, durante o projeto Papo com Mulheres, realizado em dezembro de 2018.

“Foi um debate muito proveitoso para as mulheres, em que contamos com a participação da blogueira feminista Lola Aronovich, que inspirou uma legislação sobre misoginia na internet, e é um instrumento que as mulheres possuem e devem conhecer”, apontou a parlamentar.

Já a deputada Patrícia Aguiar (PSD) apoiou a criação de uma delegacia contra crimes cibernéticos no Ceará. “É uma medida que avalio importante, porque os autores de crimes acham que vão ficar impunes, e a impunidade favorece o ambiente criminoso, especialmente as mulheres, que são as maiores vítimas de crimes cibernéticos”, pontuou.
RG/LF

Informações adicionais

  • Fonte: Agência de Notícias da Assembleia Legislativa
  • E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
  • Twitter: @Assembleia_CE
Lido 158 vezes

Portal do Servidor

Eventos Outubro

Enquete

O Governo Federal vai garantir pagamento do 13º salário para beneficiários do programa Bolsa Família em 2019. Você concorda?

Acrísio Sena aponta preocupação com o crescimento dos crimes cibernéticos - QR Code Friendly


 

  30ª Legislatura - Assembleia Legislativa do Ceará                                                                         Siga-nos:

  Av. Desembargador Moreira, 2807 - Bairro: Dionísio Torres - CEP: 60.170-900 

  Fone: (85) 3277.2500