Fortaleza, Quinta-feira, 20 Fevereiro 2020

Pesquisar

Alcance ENEM

Processo Virtual

Processo Virtual - VDOC

Legislação

Projetos / Cursos

Publicações

Eventos e Destaques

Disque Assembleia

Login

Salmito avalia gastos com Dívida Pública Mobiliária Federal Interna - QR Code Friendly
         Comunicação AL TV Assembleia FM Assembleia Banco de Imagens Previsão do Tempo Contatos
Terça, 21 Mai 2019 12:38

Salmito avalia gastos com Dívida Pública Mobiliária Federal Interna

Avalie este item
(0 votos)
Deputado Salmito Deputado Salmito Foto: Edson Júnior Pio
O deputado Salmito (PDT) avaliou, no primeiro expediente da sessão plenária desta terça-feira (21/05), a situação da Dívida Pública Mobiliária Federal Interna (DPMFI).

Conforme justificou o parlamentar, a Secretaria do Tesouro Nacional alcançou um total de R$ 3,764 trilhões, sendo 27,2% desse montante referentes a gastos com fundo de investimentos; 24,1% com fundos de pensão; e 22,3% com instituições financeiras. “O orçamento geral da União totalizou em 2018 R$ 3,46 trilhões, ou seja, essa dívida é maior do que nosso orçamento, que gasta anualmente com juros R$ 1,37 milhões”, comparou.

Ainda de acordo com Salmito, o Governo Federal divulgou por meio do Ministério da Cidadania uma economia de aproximadamente R$ 100 milhões, o equivalente a 0,02% do que gastou em 2018. “Com a operação Pente Fino, o Governo que pagava R$ 2,6 bilhões a 14,1 milhões de famílias, em janeiro de 2019 pagou R$ 2,5 milhões a 13,7 milhões de famílias. Ou seja, reduziu benefícios para 381 mil famílias”, apontou.

Salmito pondera que se as 381 mil famílias deixaram de receber Bolsa Família ou benefícios de forma irregular, o Governo acertou na medida. Mas estranha o fato de que nenhuma auditoria ou medida de cortes é tomada em relação à Divida Pública Federal Mobiliária Interna. “Este Governo tem a mão forte em cima do pequeno e a mão leve para instituições financeiras nacionais e internacionais. Ele acerta quando reduz custos e acaba com irregularidades, mas e essa dívida interna? Porque não faz uma auditoria?”, questionou.

Em aparte, a deputada Érika Amorim (PSD) alertou para o fato de que a redução de recursos acaba acarretando na diminuição de serviços ofertados pelas gestões municipais à população. “É necessário que auditorias sejam feitas para nos dar transparência e explicar o fato de tanto dinheiro sair daqui em forma de impostos e ser cortado justamente para aqueles que mais necessitam”, opinou.

Já o deputado Acrísio Sena (PT) parabenizou Salmito pela  análise e reafirmou que o Governo Federal ainda não promoveu nenhuma ação para tirar o Brasil da crise econômica em que se encontra. “O Governo não tem plano, nada para alavancar a economia, não tem crédito para pequenos, micro e médios empreendedores, destrói nossa relação com outros países e aponta como única solução a reforma da Previdência”, reprovou.
LA/LF

Informações adicionais

  • Fonte: Agência de Notícias da Assembleia Legislativa
  • E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
  • Twitter: @Assembleia_CE
Lido 260 vezes

Plano de Cargos

PROCON ALECE

Portal do Servidor

Eventos

Enquete

Você concorda com proposta que altera lei dos royalties de petróleo, redistribuindo parte dos recursos do pré-sal conforme desempenho dos estados e municípios no Ideb?


 

  30ª Legislatura - Assembleia Legislativa do Ceará                                                                         Siga-nos:

  Av. Desembargador Moreira, 2807 - Bairro: Dionísio Torres - CEP: 60.170-900 

  Fone: (85) 3277.2500