Fortaleza, Terça-feira, 25 Junho 2019

Pesquisar

Processo Virtual

Processo Virtual - VDOC

Legislação

Projetos / Cursos

Publicações

Eventos e Destaques

Disque Assembleia

Login

         Comunicação AL TV Assembleia FM Assembleia Banco de Imagens Previsão do Tempo Contatos
Terça, 21 Maio 2019 12:38

Salmito avalia gastos com Dívida Pública Mobiliária Federal Interna

Avalie este item
(0 votos)
Deputado Salmito Deputado Salmito Foto: Edson Júnior Pio
O deputado Salmito (PDT) avaliou, no primeiro expediente da sessão plenária desta terça-feira (21/05), a situação da Dívida Pública Mobiliária Federal Interna (DPMFI).

Conforme justificou o parlamentar, a Secretaria do Tesouro Nacional alcançou um total de R$ 3,764 trilhões, sendo 27,2% desse montante referentes a gastos com fundo de investimentos; 24,1% com fundos de pensão; e 22,3% com instituições financeiras. “O orçamento geral da União totalizou em 2018 R$ 3,46 trilhões, ou seja, essa dívida é maior do que nosso orçamento, que gasta anualmente com juros R$ 1,37 milhões”, comparou.

Ainda de acordo com Salmito, o Governo Federal divulgou por meio do Ministério da Cidadania uma economia de aproximadamente R$ 100 milhões, o equivalente a 0,02% do que gastou em 2018. “Com a operação Pente Fino, o Governo que pagava R$ 2,6 bilhões a 14,1 milhões de famílias, em janeiro de 2019 pagou R$ 2,5 milhões a 13,7 milhões de famílias. Ou seja, reduziu benefícios para 381 mil famílias”, apontou.

Salmito pondera que se as 381 mil famílias deixaram de receber Bolsa Família ou benefícios de forma irregular, o Governo acertou na medida. Mas estranha o fato de que nenhuma auditoria ou medida de cortes é tomada em relação à Divida Pública Federal Mobiliária Interna. “Este Governo tem a mão forte em cima do pequeno e a mão leve para instituições financeiras nacionais e internacionais. Ele acerta quando reduz custos e acaba com irregularidades, mas e essa dívida interna? Porque não faz uma auditoria?”, questionou.

Em aparte, a deputada Érika Amorim (PSD) alertou para o fato de que a redução de recursos acaba acarretando na diminuição de serviços ofertados pelas gestões municipais à população. “É necessário que auditorias sejam feitas para nos dar transparência e explicar o fato de tanto dinheiro sair daqui em forma de impostos e ser cortado justamente para aqueles que mais necessitam”, opinou.

Já o deputado Acrísio Sena (PT) parabenizou Salmito pela  análise e reafirmou que o Governo Federal ainda não promoveu nenhuma ação para tirar o Brasil da crise econômica em que se encontra. “O Governo não tem plano, nada para alavancar a economia, não tem crédito para pequenos, micro e médios empreendedores, destrói nossa relação com outros países e aponta como única solução a reforma da Previdência”, reprovou.
LA/LF

Informações adicionais

  • Fonte: Agência de Notícias da Assembleia Legislativa
  • E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
  • Twitter: @Assembleia_CE
Lido 70 vezes

Portal do Servidor

Enquete

O Consórcio Nordeste e o ParlaNordeste podem contribuir para estimular o desenvolvimento da Região?

Salmito avalia gastos com Dívida Pública Mobiliária Federal Interna - QR Code Friendly


 

  30ª Legislatura - Assembleia Legislativa do Ceará                                                                         Siga-nos:

  Av. Desembargador Moreira, 2807 - Bairro: Dionísio Torres - CEP: 60.170-900 

  Fone: (85) 3277.2500