Fortaleza, Sábado, 19 Setembro 2020

Pesquisar

Alcance ENEM

Combate COVID-19

Processo Virtual

Processo Virtual - VDOC

Legislação

Projetos / Cursos

Publicações

Eventos e Destaques

Disque Assembleia

Login

Acrísio Sena repudia atitude de presidente Jair Bolsonaro - QR Code Friendly
         Comunicação AL TV Assembleia FM Assembleia Banco de Imagens Previsão do Tempo Contatos
Terça, 17 Março 2020 11:51

Acrísio Sena repudia atitude de presidente Jair Bolsonaro

Avalie este item
(0 votos)
Deputado Acrísio Sena Deputado Acrísio Sena Foto: Edson Júnior Pio
O deputado Acrísio Sena (PT) repudiou, no primeiro expediente da sessão plenária da Assembleia Legislativa do Ceará desta terça-feira (17/03), a atitude do presidente Jair Bolsonaro ao desobedecer as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) para a prevenção do Covid-19.

No último domingo (15/03), conforme relatou o parlamentar, o presidente abandonou o isolamento e abraçou manifestantes que estavam na frente do Planalto. “Como nos faz falta um presidente responsável, que saiba orientar o país. Não falo por sua ideologia como estadista, mas por seu comportamento. Ele não só conclamou as pessoas para irem a rua, como desrespeitou as normas da OMS, desconsiderando uma realidade preocupante e disseminando atitudes que não condizem com a de um presidente”, criticou.

Em contrapartida, Acrísio Sena parabenizou o ministro da Saúde, Luiz Mandetta, pela forma como vem conduzindo a situação e também o governador Camilo Santana. “Além do ministro, que merece todos os nossos elogios, quero parabenizar nosso governador Camilo Santana, que lançou um plano preventivo, preparando hospitais e suspendendo as aulas”, salientou.

O deputado sugeriu ainda uma moção solicitando o cancelamento do congelamento dos recursos para a saúde pública. “O nível de apavoramento nos Estados Unidos hoje é maior que no atentado de 11 de setembro. Isso porque o teste do Covid-19 lá custa entre US$ 400 a US$ 1500 para quem tem o seguro-saúde, enquanto no Brasil é de graça. Estão vendo a importância de defendermos o nosso Sistema Único de Saúde?”, alertou.

Em aparte, o deputado Lucílvio Girão (PP) disse não concordar com os atos do presidente, mas que confia no trabalho do ministro da Saúde e dos infectologistas brasileiros. “Temos que nos cuidar, mas não podemos também deixar que o pânico se espalhe. Nosso Estado já está se antecipando para que a transmissão seja a menor possível. Vamos colocar os pés no chão e nos prevenir", recomendou. O deputado Fernando Hugo (PP) concordou em não politizar o debate. “Esqueça a coreografia esquisita do presidente. O nosso ministro está tomando iniciativas de países de primeiro mundo que a própria Europa não teve. Os infectologistas de ponta do mundo e agora é hora de nos cuidar”, pontuou.

Para o deputado Carlos Felipe (PCdoB), o momento é de se derrubar a Emenda Constitucional 95 que congelou os recursos para a saúde. “Fiz um requerimento ao Congresso para derrubar a emenda 95, precisamos de recursos para enfrentar esta pandemia. Espero que todos os município façam seu plano de contingência e acredito que seja o caso de só estamos nesta Casa para votações. A Itália hoje paga caro por não ouvir as recomendações”, aconselhou.

O deputado Delegado Cavalcante (PSL), por sua vez, afirmou que os petistas estariam politizando a situação. “Pandemia foi o que vocês deixaram no nosso País”, declarou.
LA/AT
 

Informações adicionais

  • Fonte: Agência de Notícias da Assembleia Legislativa
  • E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
  • Twitter: @Assembleia_CE
Lido 352 vezes

Protocolo Digital

PROCON ALECE

Portal do Servidor

Eventos

Enquete

O Código de Defesa do Consumidor, aprovado há 30 anos, responde às demandas atuais?


 

  30ª Legislatura - Assembleia Legislativa do Ceará                                                                         Siga-nos:

  Av. Desembargador Moreira, 2807 - Bairro: Dionísio Torres - CEP: 60.170-900 

  Fone: (85) 3277.2500