Fortaleza, Sábado, 25 Junho 2022

Pesquisar

Comunicação

Comunicação AL TV Assembleia FM Assembleia
Banco de Imagens Previsão do Tempo Contatos

Programa Alcance

Alece 2030

Processo Virtual

Processo Virtual - VDOC

Legislativo

Projetos / Cursos

Publicações

Login

Acrísio Sena critica gestão do Governo Federal no período de pandemia - QR Code Friendly
Quinta, 07 Outubro 2021 10:49

Acrísio Sena critica gestão do Governo Federal no período de pandemia

Avalie este item
(0 votos)
Deputado Acrísio Sena Deputado Acrísio Sena Foto: Edson Júnio Pio
O deputado Acrísio Sena (PT) criticou, no primeiro expediente da sessão plenária da Assembleia Legislativa, nesta quinta-feira (07/10), realizada de forma híbrida, a gestão do Governo Federal no período de pandemia do novo coronavírus.

No último dia 26 de setembro, a gestão do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) completou mil dias. Acrísio advertiu sobre os problemas que o País enfrenta no atual momento. “Mil dias de uma gestão, e o legado, se é que podemos chamar de legado, é um Brasil mais pobre, mais faminto e mais desesperançoso, com militarização, com destruição ambiental e com desrespeitos ao Judiciário. Até o presente momento, a sua gestão já enfrentou mais de cem crises, três por mês, 19 ministros deixaram suas pastas.”

Acrísio Sena enfatizou a situação econômica do País e lamentou o número de desempregados. “Três dos principais indicadores econômicos - valor da cesta básica, o salário ideal e as obras trabalhadas necessárias para adquirir produtos de cestas - atingiram os piores cenários quando comparamos os primeiros mil dias de cada ex-presidente”, assinalou.

Segundo o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e o Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (Dieese), em setembro de 2021, 14,7 milhões de pessoas estavam na extrema pobreza; 14,4 milhões desempregados; 19,9 milhões de famintos e quase 600 mil mortos por Covid-19.

“Bolsonaro entra para a história republicana como campeão de crime de responsabilidade de todo o País. Nenhum presidente da República na história recebeu tanto pedido de impeachment como Bolsonaro. Ele botou para andar a passos acelerados a sua proposta armamentista, criou facilidades tributárias para armas”, acrescentou.

O parlamentar falou ainda sobre a manifestação que aconteceu no último dia 2 de outubro em todo o País contra Jair Bolsonaro e pressionando pelo impeachment do chefe do Executivo nacional. “Os movimentos sociais foram às ruas para mostrar que nós não temos acordo com essa política”, observou.

Em aparte, o deputado Osmar Baquit (PDT) questionou sobre as pessoas que defendem o Governo Federal. “Eu queria entender por qual razão você ainda defende. Você que vota no Bolsonaro está satisfeito com o preço da carne? Você está satisfeito com o preço da gasolina? Está satisfeito com o valor da energia? Em qual dessas alternativas você se apega? Não tem sentido. O Brasil ficou pequeno do tamanho do mundo, com o presidente que nós temos, seja na moral ou na ética”, afirmou.

JI/AT

Informações adicionais

  • Fonte: Agência de Notícias da Assembleia Legislativa
  • E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
  • Twitter: @Assembleia_CE
Lido 453 vezes Última modificação em Quinta, 07 Outubro 2021 14:19

Protocolo Digital

PROCON ALECE

Portal do Servidor

Eventos


 

  30ª Legislatura - Assembleia Legislativa do Ceará                                                                         Siga-nos:

  Av. Desembargador Moreira, 2807 - Bairro: Dionísio Torres - CEP: 60.170-900 

  Fone: (85) 3277.2500