Fortaleza, Sábado, 31 Outubro 2020

Pesquisar

Alcance ENEM

Combate COVID-19

Processo Virtual

Processo Virtual - VDOC

Legislação

Projetos / Cursos

Publicações

Eventos e Destaques

Disque Assembleia

Login

Fernanda defende mobilização em defesa de crianças e adolescentes - QR Code Friendly
         Comunicação AL TV Assembleia FM Assembleia Banco de Imagens Previsão do Tempo Contatos
Quarta, 04 Junho 2014 13:42

Fernanda defende mobilização em defesa de crianças e adolescentes

Avalie este item
(0 votos)
Dep.Fernanda Pessoa (PR) Dep.Fernanda Pessoa (PR) Foto: Máximo Moura
Durante o tempo de lideranças da sessão plenária desta terça-feira (03/06), deputada Fernanda Pessoa (PR) pediu o apoio na luta contra a violência a crianças e adolescentes. Segundo ela, hoje é o Dia Mundial das Crianças Vítimas de Agressão ou Internacional contra a Agressão Infantil, criado pela Organização das Nações Unidas (ONU), em 1982, não como data para comemorar, mas sim para se refletir a respeito.

De acordo com a parlamentar, esse assunto desperta interesse de toda a sociedade, que busca entender as razões desse abuso. “Zelar pelas crianças não é uma tarefa exclusiva dos pais, mas também dos parentes, da comunidade, dos profissionais de saúde, dos líderes de modo geral, dos educadores, dos governantes, enfim, da sociedade”, ressaltou.

Fernanda Pessoa afirmou que dados da Organização Internacional do Trabalho (OIT) apontam que, nos países em desenvolvimento, mais de 250 milhões de crianças de cinco a 14 anos de idade trabalham. “Nas grandes cidades, muitas crianças são ambulantes, lavadoras e guardadoras de carros e engraxadoras, vivendo de gorjetas, sem remuneração ou com, no máximo, um salário mínimo”, relatou.

De acordo com a deputada, 364 crianças são vítimas de violência, por dia, no País. Dados divulgados pela Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República mostraram que 77% das denúncias registradas por meio do Disque 100 são relativas à violência contra crianças e adolescentes, o que corresponde a 120.344 casos relatados. Isso significa que, por mês, ocorreram 10.940 agressões, uma média de 364 denúncias por dia.

No Ceará, foram registradas cerca de 600 denúncias de abuso sexual infantil, em 2012. Na Capital, quase duas denúncias de exploração sexual chegaram, por dia, à Secretaria Municipal de Direitos Humanos, por meio da Rede Aquarela. A parlamentar afirmou que o trabalho infantil é proibido em quase todo o mundo, e o seu combate é considerado pela Organização das Nações Unidas (ONU) e pela Organização Internacional do Trabalho (OIT) uma das prioridades dos países em desenvolvimento.

Fernanda Pessoa defendeu a necessidade de somar forças e aumentar o sistema de garantia de direitos das crianças e adolescentes, sensibilizando a sociedade a fiscalizar ações de abuso, exploração sexual e todo tipo de violência contra essa parcela da população. “Então, fica aqui o meu apelo, não seja conivente com esses crimes. Denuncie! Disque 100”, aconselhou.

Em aparte, o deputado Antonio Carlos (PT) se associou à preocupação, destacando a importância das medidas protetivas. Quanto às crianças que são abusadas sexualmente, “o disque 100 é super importante, para que não fique impune”, disse.
LS/AT

Informações adicionais

  • Fonte: Agência de Notícias da Assembleia Legislativa
  • E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
  • Twitter: @Assembleia_CE
Lido 930 vezes Última modificação em Quarta, 04 Junho 2014 14:38

Protocolo Digital

PROCON ALECE

Portal do Servidor

Eventos

Enquete

Está em vigor no Ceará a Lei 17.234/2020, que torna obrigatório o uso de máscara para evitar a disseminação da Covid-19. Que tipo de máscara você usa para se proteger?


 

  30ª Legislatura - Assembleia Legislativa do Ceará                                                                         Siga-nos:

  Av. Desembargador Moreira, 2807 - Bairro: Dionísio Torres - CEP: 60.170-900 

  Fone: (85) 3277.2500