Fortaleza, Quarta-feira, 26 Junho 2019

Pesquisar

Processo Virtual

Processo Virtual - VDOC

Legislação

Projetos / Cursos

Publicações

Eventos e Destaques

Disque Assembleia

Login

         Comunicação AL TV Assembleia FM Assembleia Banco de Imagens Previsão do Tempo Contatos
Quarta, 12 Junho 2019 15:58

Salmito lamenta uso da tribuna para "acusações sem consistência

Avalie este item
(0 votos)
Salmito lamenta uso da tribuna para "acusações sem consistência foto : Júnior Pio
No tempo de explicações pessoais da sessão plenária da Assembleia Legislativa desta quarta-feira (12/06), o deputado Salmito (PDT) lamentou o fato de o deputado André Fernandes (PSL) utilizar a tribuna para "derramar uma série de acusações grosseiras, sem nenhuma consistência, sem nenhuma responsabilidade".  O parlamentar disse que é bom que a população acompanhe os pronunciamentos na Casa e avalie o que está sendo dito.

Para Salmito, é preciso reconhecer a redução da violência no Estado. Ele citou reportagem do jornal O Povo, divulgada no começo do mês de junho, informando que o Ceará registrou o menor o número de homicídios em 10 anos. "Essa redução não foi conseguida com bravatas, com discursos ofensivos, com retórica de youtubers e lives em rede sociais, mas foi com perseverança, com investimentos, valorizando as forças policiais, respeitando as regras do estado democrático de direito", afirmou.

De acordo com  o deputado, essa é uma conquista para além do Governo do Estado, é para o povo cearense, em especial para a Região Metropolitana de Fortaleza, que é a maior vítima da violência.

O parlamentar também lamentou que um deputado venha à tribuna para "confundir a cabeça da população", mas adiantou que a população é sábia e sabe muito bem diferenciar os discursos.

Em relação à operação Lava Jato, Salmito declarou que não é contra a operação, mas "ninguém está acima da lei, nem que seja para combater a corrupção". Para ele, as revelações de conversas do procurador chefe da operação Lava Jato, Deltan Dallagnol, com o então juiz e hoje ministro da Justiça, Sérgio Moro, que julgava os casos ligados à operação, "são conversas que extrapolam os limites da legalidade e da lei". Isso foi  dito por todos os presidentes das Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e pelo Conselho Federal da OAB, enfatizou o parlamentar. E acrescentou que querer colocar o nome do ex-governador Cid Gomes na operação Lava Jato é um factoide. "Cid Gomes foi pedir uma doação de campanha, e não era candidato nem recebeu nada. Esses factoides não se sustentam. Isso não tem consistência", pontuou.

Salmito também lamentou as acusações feitas contra o governador Camilo Santana, que, para ele, são "grosseiras e estúpidas" porque o Governo Camilo Santana tem se destacado no Brasil. Ele citou o exemplo de Sobral, que hoje é referência nacional em todas as pesquisas relacionadas à educação, inclusive pelo Ministério da Educação. "Sobral está anos à frente quando o assunto é educação. Se der tudo certo na educação brasileira, daqui a 20 anos ela vai alcançar o resultado que Sobral tem hoje", afirmou.

WR/CG

Informações adicionais

  • Fonte: Agência de Notícias da Assembleia Legislativa
  • E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
  • Twitter: @Assembleia_CE
Lido 125 vezes Última modificação em Quarta, 12 Junho 2019 16:04

Portal do Servidor

Enquete

O Consórcio Nordeste e o ParlaNordeste podem contribuir para estimular o desenvolvimento da Região?

Salmito lamenta uso da tribuna para


 

  30ª Legislatura - Assembleia Legislativa do Ceará                                                                         Siga-nos:

  Av. Desembargador Moreira, 2807 - Bairro: Dionísio Torres - CEP: 60.170-900 

  Fone: (85) 3277.2500