Fortaleza, Sábado, 16 Novembro 2019

Pesquisar

Processo Virtual

Processo Virtual - VDOC

Legislação

Projetos / Cursos

Publicações

Eventos e Destaques

Disque Assembleia

Login

         Comunicação AL TV Assembleia FM Assembleia Banco de Imagens Previsão do Tempo Contatos
Quinta, 22 Mai 2014 16:39

Mudanças no processo eleitoral são discutidas no Plenário 13 de Maio

Avalie este item
(0 votos)
Seminário Eleições 2014, Democracia e Ética: Normas e condutas Seminário Eleições 2014, Democracia e Ética: Normas e condutas Foto:Jr. Pio
O Plenário 13 de Maio recebeu lideranças partidárias e autoridades eleitorais do Estado para o Seminário Eleições 2014, Democracia e Ética: Normas e condutas. O evento, organizado pelo Instituto de Estudos e Pesquisas sobre o Desenvolvimento do Ceará (Inesp) da Assembleia, atende requerimento do deputado Fernando Hugo (SDD).

“Eu tenho procurado trazer autoridades, pessoas que exercitam a vida pública na área do Direito Eleitoral, para que possamos debater de forma extremamente didática o tema, visando a que se tenha por parte da população o esclarecimento necessário”, pontuou o parlamentar.

O seminário tem o objetivo de proporcionar aos eleitores cearenses as informações a respeito das mudanças no processo eleitoral e os mecanismos para analise de prestações de conta de candidatos, partidos e coligações. O secretário de Controle Interno do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-CE), Hugo Pereira Filho, apresentou as inovações da resolução 23.406/2014, que trata da arrecadação de gastos de recursos e prestação de contas.

“São 75 artigos, o que mostra a preocupação da Justiça Eleitoral em tornar clara as regras”, frisou. O secretário abordou temas como fundo partidário, a utilização de recursos próprios pelo candidato e a necessidade de duas contas bancárias específicas durante a campanha. Outra novidade é que, a partir deste ano, a prestação de contas vai ter apenas um só julgamento no final do processo.

Sobre a propaganda, o juiz coordenador da propaganda eleitoral do TRE, Paulo de Tarso Pires Nogueira, explicou o que é proibido pela lei, como a realização de showmício, propagandas em bens públicos ou de uso comum, e a doação de qualquer vantagem ao eleitor, como bonés e camisetas. “A multa vai de R$ 2 mil a R$ 8 mil, e o candidato tem até 48 horas para removê-la”, afirmou o juiz coordenador.

O representante do TRE-CE, juiz auxiliar Cleber de Castro Cruz, relembrou a missão do tribunal: “zelar pela regularidade e legitimidade das eleições. Temos a função de julgar os processos, mas temos também a vertente administrativa de organizar o pleito”, afirmou.

Fernando Hugo agradeceu a presença de todos e reiterou a importância da Assembleia Legislativa no processo de construção de cidadania e do Poder Judiciário no processo eleitoral. “São os senhores que irão comandar esse processo, que é ponto maior da democracia, que é a consolidação da escolha dos representes públicos na votação. É onde todos se igualam”, frisou.

Também participaram do seminário o procurador regional eleitoral do TRE, Rômulo Moreira Conrado, e a secretária judiciária do TRE, Orleanes Cavalcanti de Oliveira Domingues da Silva.
YI/LF

Informações adicionais

  • Fonte: Agência de Notícias da Assembleia Legislativa
  • E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
  • Twitter: @Assembleia_CE
Lido 868 vezes Última modificação em Sexta, 23 Mai 2014 15:24

Portal do Servidor

Eventos Novembro

Enquete

Senado Federal analisa mudanças na pena de condenadas grávidas ou mães com filhos até seis anos. Você concorda?

Mudanças no processo eleitoral são discutidas no Plenário 13 de Maio - QR Code Friendly


 

  30ª Legislatura - Assembleia Legislativa do Ceará                                                                         Siga-nos:

  Av. Desembargador Moreira, 2807 - Bairro: Dionísio Torres - CEP: 60.170-900 

  Fone: (85) 3277.2500