Fortaleza, Sexta-feira, 30 Outubro 2020

Pesquisar

Alcance ENEM

Combate COVID-19

Processo Virtual

Processo Virtual - VDOC

Legislação

Projetos / Cursos

Publicações

Eventos e Destaques

Disque Assembleia

Login

Assembleia Legislativa aprova criação do Parque Ecológico da Barra do Ceará - QR Code Friendly
         Comunicação AL TV Assembleia FM Assembleia Banco de Imagens Previsão do Tempo Contatos
Quarta, 25 Julho 2018 14:22

Assembleia Legislativa aprova criação do Parque Ecológico da Barra do Ceará

Avalie este item
(0 votos)
Assembleia Legislativa aprova criação do Parque Ecológico da Barra do Ceará foto : Paulo Rocha
Projeto de lei que cria o Parque Ecológico da Barra do Ceará foi aprovado neste mês pela Assembleia Legislativa. Dentre os objetivos da iniciativa, estão a preservação e proteção da diversidade animal e vegetal, o incentivo ao turismo ecológico e cultural e a promoção de programas voltados à educação ambiental.

A matéria estabelece que serão permitidas, no Parque Ecológico da Barra do Ceará, atividades voltadas para o uso sustentável da área, de forma que sua exploração garanta a perenidade dos recursos ambientais renováveis e dos processos geomorfológicos, hídricos, sedimentológicos e ecológicos.

O objetivo é garantir a biodiversidade e os demais atributos naturais, de forma socialmente justa e economicamente viável,  justifica o autor do projeto de lei  nº 134/15, deputado Walter Cavalcante (MDB).

O parlamentar sustenta ainda que a proposta está fundamentada na Lei Federal nº 9.985, de 18 de Julho de 2008, que institui o Sistema Nacional de Unidades Conservação (SNUC), e na Resolução nº 12, de 14 de setembro de 1989, do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama), que dispõe sobre a proibição de atividades em Área de Relevante Interesse Ecológico que afetem o ecossistema.

Para Walter Cavalcante, o Parque Ecológico da Barra do Ceará trará grandes contribuições no sentido de evidenciá-lo como parte integrante de uma bacia hidrográfica, com dinâmica própria, que ao longo do tempo vem sendo apropriada por diversas camadas da sociedade.

O deputado relata que pescadores da região têm reclamado da baixa produtividade da área, seja em número de espécies, seja pelo pequeno tamanho dos peixes. Pescadores mais antigos, que ainda dependem da pesca na Barra do Ceará, afirmam que há décadas os afluentes do Rio Ceará não eram poluídos, logo havia maior quantidade de pescados.

A atividade de comércio no entorno do encontro do rio Ceará com o mar agravou bastante a contaminação em seus afluentes, em virtude da ausência de saneamento básico nos estabelecimentos lá existentes, diz Walter Cavalcante. "Nosso objetivo é diminuir o processo de degradação ambiental da região onde ficará situado o Parque Ecológico da Barra do Ceará, uma vez que falta saneamento básico na bacia de drenagem local", explica.

De acordo com a projeto, os usos do espaço podem compreender o turismo ecológico, o lazer sustentável, o esporte de baixo impacto ambiental e a atividade contemplativa, bem como ainda a colheita limitada de produtos naturais, desde que devidamente controlados pelos órgãos supervisores e fiscalizadores.

BD/CG

 

 

 

 

Informações adicionais

  • Fonte: Agência de Notícias da Assembleia Legislativa
  • E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
  • Twitter: @Assembleia_CE
Lido 2025 vezes Última modificação em Sexta, 27 Julho 2018 11:40

Protocolo Digital

PROCON ALECE

Portal do Servidor

Eventos

Enquete

Está em vigor no Ceará a Lei 17.234/2020, que torna obrigatório o uso de máscara para evitar a disseminação da Covid-19. Que tipo de máscara você usa para se proteger?


 

  30ª Legislatura - Assembleia Legislativa do Ceará                                                                         Siga-nos:

  Av. Desembargador Moreira, 2807 - Bairro: Dionísio Torres - CEP: 60.170-900 

  Fone: (85) 3277.2500