Imprimir esta página
Quinta, 16 Agosto 2018 22:33

Assembleia Legislativa comemora Dia do Economista em sessão solene

Avalie este item
(0 votos)
Comemoracao ao Dia do Economista Comemoracao ao Dia do Economista Foto: Leomar
O Dia do Economista – comemorado anualmente no dia 13 de agosto – foi celebrado em sessão solene, na noite desta quinta-feira (16/08), no Plenário 13 de Maio da Assembleia Legislativa. A solenidade foi solicitada pelo deputado Sérgio Aguiar (PDT).

O parlamentar homenageou os presentes, citando três grandes economistas respeitados e sempre lembrados em todo o mundo: o escocês Adam Smith, o inglês Alfred Marshall e o brasileiro Celso Furtado. Sérgio Aguiar também apontou que o Brasil, diferentemente de muitos outros países em que a profissão não é regulamentada, tem buscado valorizar cada vez mais o economista. “O Brasil respeita muito a nossa profissão, graças ao empenho, a dedicação e a luta da categoria nas pessoas dos antigos e novos dirigentes do Conselho Federal e dos Conselhos Regionais de Economia. Portanto, parabéns a todos. Unidos sempre seremos mais fortes”, ressaltou.

O economista e professor Paulo de Melo Jorge Neto saudou a família de Antônio Cláudio Ferreira Lima, homenageado “in memoriam”, enfatizando que o colega de profissão fazia parte de um grupo seleto de pessoas que possuía forte conhecimento da natureza humana e dos problemas sociais. Paulo de Melo comentou ainda sobre as disputas clássicas entre economistas causadas pelas tomadas de partido e defesas de diferentes visões de mundo. “Ou seja, ser um economista de verdade não é tarefa fácil, ter que compreender como tudo funciona e ainda estar do lado certo em um julgamento de valor não é tarefa fácil, e é isso o que nos torna tão especiais”, pontuou.

Para o presidente do Conselho Regional de Economia (Corecon/CE), Lauro Chaves Neto, a categoria tem adquirido cada vez mais importância na sociedade. “Quer seja na esfera pública, quer seja na esfera privada, o economista de verdade é aquele que tem uma boa formação em métodos quantitativos. Uma boa formação em história, sociologia e filosofia e, com isso, ele consegue entender o mundo. Entender o mundo real, onde as pessoas vivem, e entender o mundo real, onde as empresas se desenvolvem. E, com essa compreensão de mundo, os economistas ajudam a tomar decisões para desenvolver as empresas e os estados, as cidades e os países”, afirmou.

Receberam homenagens os economistas Jocélio Leal, Paulo de Melo Jorge Neto e Ricardo Aquino Coimbra. Também foi homenageado, “in memoriam”, o economista Antônio Cláudio Ferreira Lima.

Participaram da solenidade ainda os conselheiros do Conselho Federal de Economia (Cofecon), Henrique Marinho e Pedro Andrade de Oliveira.

BD/AT

Informações adicionais

  • Fonte: Agência de Notícias da Assembleia Legislativa
  • E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
  • Twitter: @Assembleia_CE
Lido 436 vezes

Mais recentes de Fotografia

Itens relacionados (por tag)