Fortaleza, Terça-feira, 25 Junho 2019

Pesquisar

Processo Virtual

Processo Virtual - VDOC

Legislação

Projetos / Cursos

Publicações

Eventos e Destaques

Disque Assembleia

Login

         Comunicação AL TV Assembleia FM Assembleia Banco de Imagens Previsão do Tempo Contatos
Segunda, 28 Janeiro 2019 09:53

Internautas votam em políticas sociais como melhor forma de combater crime Destaque

Avalie este item
(1 Voto)
A enquete veiculada, entre os dias 21 e 28 de janeiro, no site da Assembleia Legislativa quis saber dos internautas qual a melhor forma de enfrentamento a organizações criminosas e demais problemas de segurança que afetam os estados brasileiros.

Um total de 68.2% dos internautas entende que a melhor maneira de combater a violência e o crime organizado é com a adoção de políticas de inclusão social de segmentos vulneráveis, sobretudo jovens; o investimento em inteligência policial e a reforma do sistema penitenciário.

O restante, um total de 28,8%, avalia que a melhor forma é ampliar as ações de repressão à criminalidade e aumentar a fiscalização nas fronteiras do Estado, enquanto 3% dos participantes acreditam que não há como combater o crime organizado.

O deputado Sérgio Aguiar (PDT) concorda com a maioria dos internautas e considera que as ações de prevenção são muito importantes no enfrentamento da violência. “O Governo do Estado tem apostado em inúmeras ações preventivas, e é com elas que iremos implementar a cultura da paz na nossa juventude e afastaremos os jovens da criminalidade”, comentou. Ele também defendeu a criação de um plano estratégico para o combate efetivo ao crime organizado.

Na mesma linha, o deputado Carlos Matos (PSDB) entende que há dois eixos que precisam ser equilibrados: o da prevenção e o da repressão. “Até porque um não funciona sem o outro. Não podemos investir só em prevenção olhando para o futuro e ignorarmos o que está acontecendo agora”, disse.

O sociólogo e coordenador do Laboratório de Estudos de Violência da Universidade Federal do Ceará (UFC), César Barreira, concordou com o voto da maioria e afirmou que a escolha reflete maturidade por parte dos usuários de internet.

De acordo com ele, ao falarmos de políticas inclusivas para os mais vulneráveis, estamos colocando uma responsabilidade também para a sociedade. “Não podemos culpar e criminalizar o jovem que comete o ato criminoso. Sabemos que ele é mais vítima do sistema que agressor, mesmo quando comete a violência”, defendeu.

O professor também destacou a inteligência policial como forma eficaz de enfraquecer as organizações criminosas. “É algo que tenho apontado muito por onde converso sobre esse assunto. Só vamos combater essas organizações conhecendo seus movimentos, seus integrantes, suas lideranças. É esse tipo de ação que vai minar a sua força”, explicou.

Sobre a reforma do sistema penitenciário, Barreira afirmou ser necessária, pois, no Brasil, conforme observou, “se prende muito e se prende mal”. Para ele, essa ótica precisa ser mudada, assim como as condições dos presídios.

PE/RM

Informações adicionais

  • Fonte: Agência de Notícias da Assembleia Legislativa
  • E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
  • Twitter: @Assembleia_CE
Lido 303 vezes Última modificação em Quarta, 30 Janeiro 2019 13:15

Portal do Servidor

Enquete

O Consórcio Nordeste e o ParlaNordeste podem contribuir para estimular o desenvolvimento da Região?

Internautas votam em políticas sociais como melhor forma de combater crime - QR Code Friendly


 

  30ª Legislatura - Assembleia Legislativa do Ceará                                                                         Siga-nos:

  Av. Desembargador Moreira, 2807 - Bairro: Dionísio Torres - CEP: 60.170-900 

  Fone: (85) 3277.2500