Fortaleza, Sexta-feira, 06 Dezembro 2019

Pesquisar

Processo Virtual

Processo Virtual - VDOC

Legislação

Projetos / Cursos

Publicações

Eventos e Destaques

Disque Assembleia

Login

         Comunicação AL TV Assembleia FM Assembleia Banco de Imagens Previsão do Tempo Contatos
Terça, 23 Julho 2019 05:06

Renato Roseno manifesta apoio a Defensoria Pública da União

Avalie este item
(0 votos)
O deputado Renato Renato (Psol) tem manifestado apoio à Defensoria Pública da União (DPU), cujas unidades, segundo ressalta, estão ameaçadas de fechar.   Segundo ele, o risco de algumas unidades encerrarem as atividades se deve ao fato de o Governo Federal ter requisitado a devolução de 828 servidores que pertencem a quadros de outros órgãos e estão cedidos à DPU. “Estou repudiando essa medida”, criticou, defendendo uma mobilização da bancada cearense no Congresso Nacional. Na avaliação de Renato Roseno, o Governo Federal tem um objetivo claro de desmontar qualquer possibilidade de justiça social no Brasil. “Veja-se esse desmonte da Defensoria Pública da União”, assinalou o parlamentar em recente pronunciamento no plenário da Assembleia Legislativa.   Para ele, o retorno dos servidores aos órgãos de origem não vai gerar impacto positivo no Executivo Federal, “mas negativo e devastador na Defensoria Pública da União”. “Isso é uma obra de um governo antipovo, pois cabe a DPU, especialmente advogar direitos daqueles que não podem pagar advogados nas causas de competência da Justiça Federal e nós sabemos que boa parte das causas advogadas são previdenciárias e socioassistencial”, ponderou. O parlamentar destacou que a emenda 80 estabelece a presença da DPU em 100% das comarcas que contêm com seção judiciária federal até 2022. “Estamos em 2019, e há Defensoria Pública da União em apenas 30% das comarcas. Ou seja, temos de 2019 a 2020 para cumprir 70% desta meta”, comentou.   Renato Roseno defende a aprovação do projeto de lei que reestrutura a carreira técnico-administrativa da Defensoria. Ele afirmou que a DPU não possui uma carreira administrativa desde sua criação, em 1995. “Passados 24 anos, nunca se organizou uma carreira administrativa para a Defensoria Pública da União”, informou. O parlamentar explicou que o fato de não possuir carreira própria, embora seja autônoma, ela depende de servidores cedidos pelo Executivo Federal. O deputado apontou que 63% dos servidores atualmente lotados na DPU são do Executivo Federal e terão até 27 de julho para retornar aos cargos de origem.   Uma das unidades do órgão afetadas, de acordo com o parlamentar, será a de Sobral. “Aqui, em Fortaleza, 62% do servidores lotados na DPU são do Executivo Federal, são requisitados”, citou.   Renato Roseno destacou o trabalho do órgão no Ceará, que, mesmo com número reduzido, consegue ter ampla produtividade. Em 2018, servidores da Defensoria realizaram, na Capital, 68 mil atendimentos, com 16 defensores e 34 servidores requisitados. Em 2019, até maio deste ano, já tinha batido 30 mil atendimentos só em Fortaleza, com apenas 54 servidores e 16 defensores.
Lido 312 vezes

Plano de Cargos

Portal do Servidor

Eventos

Enquete

Como você pretende usar o 13º salário?

Renato Roseno manifesta apoio a Defensoria Pública da União - QR Code Friendly


 

  30ª Legislatura - Assembleia Legislativa do Ceará                                                                         Siga-nos:

  Av. Desembargador Moreira, 2807 - Bairro: Dionísio Torres - CEP: 60.170-900 

  Fone: (85) 3277.2500