Fortaleza, Segunda-feira, 26 Outubro 2020

Pesquisar

Alcance ENEM

Combate COVID-19

Processo Virtual

Processo Virtual - VDOC

Legislação

Projetos / Cursos

Publicações

Eventos e Destaques

Disque Assembleia

Login

Internautas acreditam que multas podem reforçar o uso de máscara - QR Code Friendly
         Comunicação AL TV Assembleia FM Assembleia Banco de Imagens Previsão do Tempo Contatos
Segunda, 24 Agosto 2020 11:27

Internautas acreditam que multas podem reforçar o uso de máscara

Avalie este item
(1 Voto)
A enquete do portal da Assembleia Legislativa veiculada entre os dias 17 e 24 de agosto questionou se a multa pelo descumprimento do uso da máscara pode ajudar a população a incorporar esse hábito.

Pelo menos 78,1% dos participantes responderam que sim, enquanto outros 21,9% avaliaram que a aplicação de multa não ajudará nesse sentido.

O deputado Carlos Felipe (PCdoB) endossa o posicionamento da maioria dos internautas, acreditando que a população pode, de alguma maneira, ser educada pelo bolso, embora acredite que esse não seja o objetivo maior.

“Penso que a intenção do Poder Executivo é mostrar que cada um tem o seu dever e suas obrigações junto à coletividade. E eu partilho da proposta de incorporar mudanças nos hábitos, sobretudo em momentos críticos, como o atual, desde que não haja excessos e exageros dos aplicadores da lei”, salienta o parlamentar.

Já a deputada Fernanda Pessoa (PSDB) é uma das que entendem que as multas não são a melhor forma de se promover conscientização. “Sou contra qualquer tipo de multa, pois acredito na força da conscientização pela mensagem. Acho que a multa não é a maneira mais eficaz de estimular uma consciência coletiva”, aponta.

Segundo a parlamentar, todos precisam ter zelo pela sua saúde e pela do próximo. “Todos já sabem, ou deveriam saber, que a melhor forma de se prevenir contra o novo coronavírus é utilizando máscaras e álcool em gel, além de respeitar o distanciamento social. Então devemos reforçar esses cuidados, mas sem punições”, considera Fernanda Pessoa.

Para o sociólogo Eduardo Neto Moreira, a obrigatoriedade do uso da máscara e a punição por meio de multa para quem não usá-la são, de certa forma, polêmicas, já que a ideia mexe no direito individual de cada um de usar ou não o acessório.

O especialista salienta, porém, que, neste momento de pandemia e de crise de saúde pública, é prudente a obrigatoriedade determinada pelo poder público, tanto em relação ao uso da máscara quanto à possibilidade de multa para quem descumprir a medida.

Ele também alerta para o fato de como o Governo vai garantir a fiscalização e o cumprimento do que foi determinado, para que a lei se efetive na prática. “Estamos ainda correndo um risco grande de contaminação e nem sempre há tempo necessário e suficiente para que as pessoas se conscientizem dessa necessidade de usar máscaras”, assinala.

O sociólogo pontua que ainda há muita gente descumprindo o distanciamento social, usando equipamentos públicos, como praias, para fins de aglomeração, mesmo com todas as recomendações contrárias dos órgãos públicos e também com todos os riscos envolvidos com a pandemia da Covid-19. 
RG/AT

Informações adicionais

  • Fonte: Agência de Notícias da Assembleia Legislativa
  • E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
  • Twitter: @Assembleia_CE
Lido 317 vezes Última modificação em Sexta, 28 Agosto 2020 11:12

Protocolo Digital

PROCON ALECE

Portal do Servidor

Eventos

Enquete

O presidente sancionou mudanças no Código de Trânsito Brasileiro que abrandam algumas penas e tornam outras mais duras, como o homicídio ocasionado por motorista embriagado. Você conhece as novas regras?

Sim - 40.7%
Não - 59.3%
A votação para esta enquete foi encerrada em: %26 %b %2020 - %10:%Out


 

  30ª Legislatura - Assembleia Legislativa do Ceará                                                                         Siga-nos:

  Av. Desembargador Moreira, 2807 - Bairro: Dionísio Torres - CEP: 60.170-900 

  Fone: (85) 3277.2500